Parceria + promoção K.DAN FLATS (ENCERRADA)

Oi

Minha nova parceria é com a K.DAN FLATS, gente entrem no blog da
K-DanFlats
Tem cada sapatilha lindaa!
AF_Logo_K



A advogada Camila Danielian criou no início de 2009, a K.Dan Flat Shoes Pensando em uma linha de sapatos charmosos e confortáveis, atuando como designer da marca, ela participa de todas as etapas da criação, oferecendo às suas clientes flats elaboradas, nos mais diversos tecidos e aplicações!
Eu quando vi as sapatilhas fiquei babando , achei uma mais linda que a outra.

E pra quem quiser já ir conferir os modelos que estão a venda para todo Brasil.

   DSC05420                                                                                                                                                                               
Quem já quiser garantir a sua K.Dan os modelos estão disponíveis nas lojas:
Thelure, Messih, Jardim Secreto (São Paulo)
L'Atelite (Rio de Janeiro)
OnzeDezesseis (Campinas)
Ou através do email de contato disponível no blog.




 
E olha só que legal, a Camila Danielian a designer da marca, disponibilizou gentilmente um par da marca para presentear uma das minhas leitoras.

Então vai ser o seguinte,vamos lá as regras:
- Como este é um mês especial!
Mês das Mães, deixe no comentário uma cena marcante que lembra com sua mãe ! (Escolheremos a melhor)
-Deixe tbm o nome de seguidora e o e-mail.
- ser seguidora (publicamente) do blog Luxo Básico. (Se não tiver blog pode participar com a conta do google mas tem que seguir o blog com a conta).
- morar no brasil
- A sapatilha será à escolha da ganhadora ( Caso não tenha a que vc desejar no dia poderá escolher outra )
- A ganhadora será avisada por e-mail e terá 3 dias para responder senão escolhemos outra resposta.
- A Camila Danielian da K.Dan vai enviar direto para a vencedora.
- As inscrições vão até o dia 25/05/2010

Participem as sapatilhas são maravilhosas e se você já quiser ir escolhendo o modelo só ir até o site da K.DAN FLATS
E logo nos próximos posts ainda hoje tem mais sorteios fiquem ligadas aqui.
bjos
Até mais…




203 comentários:

  1. minha mãe sempre foi muito presente na minha vida, porém nunca teve muito tempo para conversar pois precisava sustentar a familia.Eu sempre destrambelhada...nunca tive a chance de entender de onde vinha esses genes prolemáticos....há uns 7 nos atrás fomos ver meu avô que tava muito mal...a viagem de carro foi um verdadeiro fiasco,ela errou o caminho(agora vejo pq eu me perco sempre),o carro quebrou no meu da estrada e eu com fome e com vontade de ir no banheiro ... e ela simplesmente sentou e começou a rir ...nesse dia eu conheci uma nova pessoa,despreocupada,sorridente...nunca pensei q ela iria parar e esperar por ajuda pois ela sempre foi estressada e viciada em trabalho....ali sentado vi uma muher cheia de esperança e sem medo...para compltar n final do dia chegamos na casa do meu avô aonde pude conhecer ainda mais a minha mãe...

    ResponderExcluir
  2. Quando tinha mais ou menos 8 anos meus pais se separaram. Eu morava com a minha mãe e todas as noites eu pedia para dormir com ela. Então aquela cena da minha mãe deitada e eu ali bem do ladinho alisando uma mexinha do seu cabelo me marcou e deixa saudades, pois eram noites de muito amor e carinho...

    yes.love.makeup
    vane_tiemi@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Difícil falar de apenas um momento marcante ao lado da minha mãe. Acho que mãe sempre está presente nos melhores momentos da nossa vida, o descobrimento da primeira paixão, a primeira desilusão, o dentinho que está mole, o primeiro soutien, enfim...
    Mas teve um momento com a minha mãe que se destaque dentro os outros.

    Quando tive meu segundo filho, o Otávio, em Fevereiro de 2008, estava lá ela na sala de espera, por longas 9 horas de trabalho de parto.
    Assim que cheguei da sala de parto, ela e meu marido foram os primeiros a entrarem no quarto. Eu ainda estava tomando medicações juntamente com soro, e ainda para ajudar durante o parto eu tive o ciático lesionado, não podia me levantar. O que me impossibilitava de tomar um banho, e estava muito calor, eu estava muito suada. Ela com todo aquele amor e ternura, aquele jeitinho que só mãe tem, umideceu uma toalhinha e começou a passar no meu rosto, pescoço e nuca. Tentando aliviar aquele cansaço que eu sentia. E o mais marcante foi o amor e a ternura com que ela fazia, era evidente no olhar dela e esta cena jamais saiu e nem sairá das minhas lembranças!

    Bjinhos Florzinha =*

    ResponderExcluir
  4. Eu sempre amei cachorros...entao, Eu tinha 2, ate que um dia, um deles, acabou morrendo. Minha mae, nunca gostou de cães, mais sabia o quanto eu amava aqueles bichinhos, entao, ela teve que me contar do acontecido, pq eu morava em outra cidade a estudos, e so ia pra casa nos finais de semana, me dueu muito, saber que eu tinha perdido meu filhote, mais ela, fez mais... Lembro que uns dias depois, eu acordei com uma gritaria do lado de fora da minha janela, e sai correndo pra ver o que tinha acontecido.. e la veio ela, com a cara rindo, toda feliz.. e mostrou as mãos.. Nela, um filhotinho marronzinho de cachorrinho. Ai ela disse que sabia que nao ia suprir a falta do que eu tinha perdido, mais esperava que trouxe a nossa alegria novamente. Soltou ele na minha mão, e disse PRA VOCE! Ai, deu umas broncas (Nao leva ele pra dentro de casa, nem deixa nada sujo.. blablabla Coisas normais de mae rsrs) e com o jeito dela toda durona, entrou e pegou um bichinho velho de pelucia que era meu, e deu pro meu filhotinho! :D Ate hoje, tenho ele.. e o outro tambem. Amo minha mae, por tudo que ela deixou de fazer na vida, por mim e pelas minhas irmãs. Casou Cedo, me teve com 17 anos, e enfrentou a vida de Mae, Mulher e trabalhadora. AMO ELA SEMPRE!

    ResponderExcluir
  5. São muitas as datas marcantes pois com Mae vc sabe sempre tem dessas coisas rsrs. Uma que vou citar aqui é triste Moro em Salvador,minha maezinha em São Paulo ela ficou doente como estou desempregada,tres filhos, ela partiu e não pude ir ve-la nem nos ultimos momentos pois não tinha dinheiro da passagem.

    Edvanda Trindade
    Edvanda Croche (seguidora)
    edvandatrindade@hotmail.com
    Salvador/Ba
    Divulgando no meu blog
    http://edvandacroche.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. o momento que marcou minha vida com minha mae, foi um momento de muita dificuldade, quando minha familia estava passando por momentos muito dificeis, meu pai desempregado, tinhamós pouco comida, e minha mae por incontáveis vezes deixou de comer para dar comida a mim e meus irmãos, mostrando que seu amor por nós utrapassava seu amor por si mesma, e q ela nos amava mais que tudo..

    ResponderExcluir
  7. Minha mãe já foi pro céu, mas sinto muita saudade dela e dos momentos que passamos juntas, minha mãe foi minha melhor amiga, carinhosa e atenciosa sempre, qdo era criança fazia bolinho de farinha de milho porque eu adorava, tenho saudade, sinto o gosto e cheiro dos bolinhos, mas nunca mais comi igual aos dela.


    Lecy Eberhardt
    morenagrupos@yhoo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Tenho algumas paixões aos quais me devoto perdidamente como todo apaixonado.Mas, tem uma especial que eu poderia dizer, sem medo de errar, que é a mais antiga e declarada paixão minha:os livros. Todos eles. Amo a capa, amo o cheiro, amo as histórias...amo tudo. E tudo isso devo ao meu primeiro amor: minha mãe! Lembro de uma viagem que minha mãe fez para outro estado e ficou uma semana foram.Lembro que quando ela saiu pedique me trouxesse um presente bem grande.
    Assim que ela chegou de viagem corri morta de saudade e ansiosa(como toda criança) pelo meu presente enorme e vi um pacote embrulhado.Era um livro, pequeno:"O Pequeno Príncipe".Quando ela percebeu a minha pequena frustração,sentou-se comigo, fez com que eu cheirasse o livro, olhasse o desenho da capa e leu o primeiro capítulo.Esqueci do tamanho do presente quando mergulhei na maravilhosa curiosidade que move os amantes da literatura.
    Na época eu não sabia, mas ela havia me trazido o maior de todos os presentes que já ganhei:a paixão por livros.

    D.
    ducapassos@yahoo.com.br
    www.quinquilhariasdomeuquintal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu quero muito ganhaaaar.
    Vamos lá:

    Há muitas situações porque eu e minha mãe estamos juntas todos os dias, acordamos as 7 da manhã e saimos as 8 hrs.

    Então ano retrasado no aniversario de casamento dos meus pais logo cedoantes de ir para o colegio deixei a cesta de cafe da manhã que fiz para eles em cima da mesa, em seguida ela levantou e nao esqueço a expressão de surpresa dela.

    ResponderExcluir
  10. ahh postei sem querer continuando
    e-mail: lola6491@gmail.com
    blog: www.lola6491.blogspot.com
    nome de seguidora: LOL@

    ResponderExcluir
  11. Minha mãe, mulher guerreira!!! Raramente a vejo parada, trabalha muito e sempre foi assim, me criou sozinha e nunca me faltou nada. Com ela aprendi a ser td que sou, se sou uma pessoa de bem devo td a ela!! É do tipo que liga quando chove forte, pra saber se está td bem e q sabe meu estado de espirito de acordo com meu "oi" no telefone... Minha mãe é MA-RA-VI-LHO-SA!!!!!!

    ELAINE D'MARQUES
    elainedmarques@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Para mim todo momento é marcante, pois tenho ela ao meu lado! Quando almoço com ela sentada na cama, ou quando mesmo odiando ela me leva a um lugar bem longe. Quando me ajuda a escolher uma calça jeans ou gosta do meu esmalte. Ainda mais marcante é quando estou na faculdade e minha mãe envia um sms (que aprendeu a pouco tempo) dizendo o quanto é bom o fato de eu existir. Mas ela esquece que tudo isso é porque ela existe!

    Amanda Dragone
    AmandaXD
    amandadragone@gmail.com
    Salvador - Bahia
    www.amandadragone.blogspot.com

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  13. Olá, conheci seu blog através de outro e gostei muito do lay-out e dos seus posts.
    Vou participar da promoção, mas nem sei como funciona na prática porque nunca participei de uma, então vamos lá:
    "Há quase 2 meses me casei no dia do meu aniversário de 26 anos e 15 dias antes minha mãe completara 50. Queria realizar uma surpresa pra ela então, ao invés de jogar o desejado bouquet para as solteiras presentiei-a ao fundo de muitos aplausos porque ela sempre representou pra mim uma indicação de ideal, porque mesmo diante de tantas brigas que tive com meu pai, ela nunca deixou que eu deixasse de amá-lo (mesmo sendo divorciada e não falar com ele)".

    Clara Isabel Brito Fonseca
    belfonseca@hotmail.com
    http://claraequerubim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. São inúmeros os momentos marcantes com minha mãe,porém, este que vou relatar foi algo que marcou profundamente minha vida.
    Alguns anos atrás foi detectado um cancer de mama em minha mãe,a princípio foi um desespero total,mas aos poucos fomos buscando forças para o tratamento e a cura.Foi um longo período,dois anos e oito meses fazendo 360 km para realizar as quimioterapias,radioterapias,enfim,todos os recursos cabíveis e possíveis.Momentos de muita luta,muita dor,agonia,espera,diagnósticos de novos tumores,semanas de internação.
    Tudo isso para mim também foi muito difícil pois na época tinha um filho de apenas dois anos,e tive que deixá-lo aos cuidados do pai e de uma empregada,para poder acompanhar minha mãe nesta jornada.Infelizmente,não obtivemos o sucesso da cura do cancer e ela faleceu com apenas 53 anos.
    Mas enfim,o que me marcou muito e levarei para sempre ao longo dos dias de minha vida,foi a coragem,a fé e o desejo de que ela venceria a doença.Dizia ela a mim:filha,eu vou vencer este cancer pois ainda quero ver meu neto crescer e se Deus permitir,conhecer meus bisnetos também.Ela jamais desistiu de lutar,não reclamava dos efeitos que os tratamentos lhe causavam e eu sei o quanto eram sofridos e doloridos.
    Esse era seu lema:"Lutar sempre,desistir,jamais"!

    ResponderExcluir
  15. Uma cena que me marcou foi quando ela me ensinou a fazer meu primeiro pao, tao paciente com a minha burrice, demos muitas rizadas juntas...

    NOME: Francy Mesq
    EMAIL:mesqfm@hotmail.com
    Curitiba Pr

    Sou sua seguidora

    ResponderExcluir
  16. UM MOMENTO QUE MARCOU MUITO FOI EM PIRACICABA, EU E MINHA MÃE ESTÁVAMOS INDO VISITAR MINHA AVÓ NO HOSPITAL QUE ESTAVA INTERNADA, QUANDO NA PARADA DO SEMÁFORO ELA VIRA PARA MIM E DIZ: GABY A AVÓ NÃO AGUENTOU, ELA SE FOI E COMEÇOU A CHORAR!NAQUELE MOMENTO PERCEBI COMO AS MÃES TÊM UM SEXTO SENTIDO FORTE E SENTEM TUDO O QUE ACONTECE, E APÓS ISSO ELA SEGUIU DIRIGINDO E AO CHEGARMOS NO HOSPITAL TIVEMOS A NOTÍCIA DE QUE MINHA AVÓ HAVIA FALECIDO BEM NAQUELE MOMENTO E MINHA MÃE SENTIU,ISSO MARCOU MUITO!É TRISTE MAS MARCOU.

    ADRIANA GABRIELA MALAGHINI
    agmgabriela@hotmail.com
    Seguidora Drika Gaby
    Florianopolis/SC

    ResponderExcluir
  17. Eu devia ter uns 2/3 anos, era bem esperta até já tinha fugido de casa com minha irmã mais nova; não sei o que eu tinha aprontado,mas, tomei umas palmadas da minha mãe, o nosso quintal vivia cheio de pombos e todo dia eu jogava pão pra eles , talvez por isso vivesse cheio de pombos,o fato é que eu tinha levado umas palmadas e fui aos unicos amigos que eu tinha sentei no meio dos pombos e reclamei: Pombo,pombo mamãe bateu na bunda do nenem. Minha sempre me contava essa história, e é a historia que mais gosto de lembrar.

    ResponderExcluir
  18. Esqueci de colocar meu nome e e-mail, (vai que eu ganhe)
    ANA CLAUDIA TAVARES BRANDÃO
    E-MAIL claudiauchoa@globo.com
    Seguidora claudiauchoa

    ResponderExcluir
  19. Celina Ansini
    nina_neta@yahoo.com.br
    Uma cena marcante com minha mãe foi quando fui a Porto Alegre ver sobre um curso pré-vestibular, morava a 628km de lá e fomos ver os valores do cursinho chegando lá o preço era absurdo e eu fiquei muito triste por nao podermos pagar, minha mae e eu viemos todos os 628km pedindo a Deus que conseguisemos pagar o curso já que o sonho dela era que eu fizesse uma faculdade pois ela teve que trabalhar desde os 9 anos de idade, minha mae foi forte e conseguimos, hoje eu estou na metade do curso de Farmacia em uma universidade federal graças as oraçoes del.

    ResponderExcluir
  20. Falar de mãe é sempre bom, lembrar de mãe é a melhor coisa que que nossas lembraças pode nós proporcionar!

    Minha mãe sempre foi a chefe da família por se separar do meu com os filhos ainda pequenos, saia de madrugada para trabalhar e retornava já no escuro da noite.

    Por ter uma mãe que ficava tão pouco tempo com agente por trabalhar muito pra educar seus 5 filhos, todas as lembraças que tenho dela são inesquecivéis.

    Mais a lembraça que me faz sentir muitas saudades ede quando eu tinha meus 7 anos e minha mãe tinha apenas 1 deiz de folga na semana e esse dias ele fazia de tudo para ficar um pouco com cada filho e o meu tempo com ela era quando ela me levava pra escola e passava em frente a um banco que até hoje tem uma ´rvores de flores brancas e amarelas,não tinha um dia que ela não me levasse na escola em suas folgas que ela não pegasse uma flor e colocava nos meus cabelos,até hoje se passo em frente dessa árvore ela me da uma flor.
    E toda vez que passo em algum lugar e sinto o cheiro dessa flor lembro os momentos!

    Mãe te amo elevedamente, ifinitamente!

    Rosangela Amarina da Silva
    rosangela@streladasorte.com.br
    São Paulo/SP

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    O momento mais marcante foi qunado eu era criança e eu estava vidrada em um bebê, então certo dia ouvi ela dizndo pro meu pai que eu gostaria muito de ganhar um bebê daqueles grandes. Meu pai demorou pra comprar porque talvez não tivesse a grana, pois somo eu e uma irmão, na verdade são does bebês. Demorou mas ele comprou.
    Então essa cena que vi pela porta do quarto entreaberta, da minha mão dizendo pro meu pai que eu queria muito um bebê, ficou marcada para sempre. Afinal ela demonstra o carinho que tem por mim.
    Klessa (nome de seguidora)
    ro.lessak@yahoo.com.br
    Várzea Pta - SP

    ResponderExcluir
  22. Uma cena que me lembra minha mãe foi uma vez qdo fomos pra um supermercado e de repente sinto um cheirinho ruim, daí, sem pensar muito, começo a abanar de onde vem o cheiro e percebo que está bem atrás da minha mãe. Na hora ela fica vermelhinha e sai de fininho hahaha

    ResponderExcluir
  23. Foram muitos os momentos que passei com minha mãe,mas o que mais me marcou foi ano passado quando minha avó estava na UTI por conta de uma cirurgia de coração, e fomos visitá-la.Entrei primeiro e vi minha vó que estava toda inchada devidos os remédios e com muitas complicações. Depois foi a vez de minha mãe. Ao sair da sala o médico veio conversar com a gente e deu apenas 72 horas de vida a minha vó.Minha mãe caiu em pratos e me disse: "EU PRECISO DE VOCÊ, ME ABRAÇA"(nunca me esqueço dessa frase).Eu abracei ela,comecei a chorar e percebi que ela precisava de mim como nunca, naquele momento eu era "a mãe" para ela, afinal precisava retribiur tudo o que ela já fez por mim.O que ela queria era apenas meu apoio. Graças a Deus minha vó se recuperou da cirurgia,está bem VIVA hoje e nós mais felizes ainda.Eu percebi que esse momento serviu para fortalecer ainda mais nosso laço, nosso amor e nossa união.

    Seguidora: Érika Monteiro
    erika.mayana@hotmail.com

    ps: se ganhar mando uma foto com minhas divas guerreiras(mãe e vó)
    bjuss

    ResponderExcluir
  24. É dificil falar qual o momento mais marcante que vivi com minha Mãe,pois dela só tive exemplos positivos,lembranças importantes,eramos almas tão ligadas que eu chegava a sentir mesmo distante quando ela passava mal.Mas ao ver a pergunta um momento veio a minha mente,quando eu tinha 19 anos eu engravidei de meu namorado e sai de casa fui morar com ele sem dar endereço,não sabia como encarar meu Pai,15 dias depois me chamaram no portão era minha Mãe que sabendo o bairro que meu namorado morava saiu a perguntar,até me encontrar,me abraçou e como se nada tivesse acontecido perdoou a minha ingratidão por te-la abandonado,foi uma grande prova de Amor ,coisa que hoje eu sei que só uma Mãe é capaz de fazer,me orgulho muito da Mãe que Deus me deu e que com certeza ao lado dele ainda está olhando por nós.
    Obrigada pela oportunidade de homenagea-la.
    Rosa maria mendes da Silva
    seguidora Rosa maria
    asorairammendes@yahoo.com.br
    São joão de meriti-RJ.

    ResponderExcluir
  25. Tenho muitos momentos marcantes com minha mãe... e na maioria das vezes, graças a deus, felizes. Ela é muito engraçada, de bem com a vida e me faz passar muita vergonha nos lugares que nós vamos. Mas não é nada demais... sempre rende boas gargalhadas depois. Como por exemplo:
    Pedimos comida pelo telefone e quando o entregador chega, ela abre a porta e começa a berrar: "Paolaaaaaa! Vem aqui ver como o moço que veio entregar é lindooooo! Vem aquiiiiii!" E eu no quarto, não querendo sair. Mas ela não parou até eu ir lá e dar uma conferida no cara. Tive que sorrir, toda vermelha e falar: "Ah... é né...". Mico dos grandes! Mas rimos disso até hj.
    Esse é um dos momentos que lembra bem como ela é: feliz da vida, simpática com todos e o centro das atenções onde quer que esteja. Me espelho muito nela para levar a vida mais light e achar os pontos positivos de todas as situações.
    Bjos, Paola
    paolagmanfredini@hotmail.com

    ResponderExcluir
  26. hoje no dia do meu niver a minha mae me acordou bem cedinho me enchendo de bjinho
    e relembrando a data e o dia que eu nasci como foi importante pra ela... eu adoreii isso
    tem melhor carinho que o de mae?

    EU AMO A MINHA MAE!

    vivihtinha-9@hotmail.com

    ResponderExcluir
  27. A cena mais marcante da minha mãe é ver ela hoje ao redor de nós e dos irmaos dela , pois quando ela nasceu a mae dela morreu no parto e o pai não tinha condições de cuida dela então cada irmao e ela tambem foram adotados por uma familia, mas a familia dela nao tinha muito dinheiro tomavam banho de bacia, tinha bonecas de milho e tudo mais, aos 15 anos os irmaos passaram a procurar um ao outro e moraram todos juntos até irem se casando e constituirem uma real familia, hoje eu e meu pai somos a familia mais concreta que ela teve, tornando todos os nossos momentos juntos marcantes e eternos!

    laila seabra ferreira
    laila ferreira
    são josé dos campos-sp
    lailaferreira@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  28. Poderia escrever aki mil e umas cenas que são marcantes entre eu e minha mãe. Mas escolhi falar do momento que pra mim foi um dos mais marcantes!

    Há dois anos atraz, após minha mãe ter ganhado nenem... aos 45 anos de idade, descobrimos que ela estava com câncer de mama. Pra nós foi um choque enorme, pois jamais imaginamos q isso poderia acontecer na nossa família e por ser uma doença tão complicada, foi mto dificil aceitar. Minha mãe, ao contrário do q imaginamos, foi um exemplo de força, fé e coragem durante todo o tratamento. Fez quimio e radioterapia, perdeu todo cabelo, passou por dias complicados com varias reações ao tratamento, no entanto nunca fraquejou. Estava sempre, dentro de suas limitações, cuidando de nós, seus 4 filhos e esposo, com mta dedicação! Enquanto eu ligava para saber noticias aos prantos, ela se mostrava firme, me pedia calma e dizia que " Deus não dá um fardo maior do q podemos carregar!". Tirei mtas lições desse momento dificil pelo qual nós passamos. Hoje, graças a Deus, ela está curada, feliz, linda e mais corajosa do que nunca.

    # Amei a promoção, e que os textos aqui sirvam como uma forma de lição pessoal para cada um! Temos que saber aproveitar sempre nosso tesouro chamado MÃE, momentos bons, viver, momentos ruins, aprender !!

    ResponderExcluir
  29. Acho que essa foi a pergunta mais dificil, hein?
    Costumo dizer que sou a pessoa mais desejada do mundo, porque assim que casaram meus pais não conseguiam ter filhos e por insistencia de minha mãe, após 7 anos, eu nasci! E ela nem se importou em saber se era menino ou menina, so importava que era seu primeiro filho. É dificil escolher um momento, mas o que sempre me vem a mente foi o dia do resultado do meu vestibular na UFMA, em maio de 2007.
    Minha mãe simplesmente faltou ao serviço, acordou mais cedo que eu, ligou rádio, tv, internet. De tão nervosa queimou o almoço inteiro, roeu até as unhas! Fez chazinho pra nós duas e ficou ali ao meu lado, com uma mao em meu ombro e outra segurando a minha mao. A cada f5 que eu dava na internet era um suspiro que ela dava, até que lemos o meu nome, ali naquela lista enorme e no quarto lugar geral!
    Minha mãe gritou e puxou meus cabelos! Tenho até foto disso! Foi um abraço inesquecível!
    Porque foi um momento em que aquele nome escrito na lista, em meio a tantos outros, mostrou pra ela que todo o esforço que ela teve não foi em vão. E a minha alegria foi ver que ela estava orgulhosa!
    E seu que esse momento vai se repetir, uma vez que me formo no fim deste ano!
    Ai ai.. vc me fez lembrar disso e vieram as lagrimas, nao vou negar!
    Bem, o momento que escolhi foi esse!

    Tamara Monteiro
    pamalinha
    sao luis - MA
    pamalinha@hotmail.com

    ResponderExcluir
  30. Desde o falecimento do meu pai, todos os momentos ao lado da minha querida mãe têm sido marcantes, mas me lembro de duas situações em especial. A primeira foi quando ela me deu a notícia da morte do meu pai, momento extremamente triste, mas com um pacto de união eterna entre nós duas. O segundo momento foi o do meu casamento, onde palavras não foram necessarias para demonstrar todos os sentimentos que afloravam através das lágrimas, sorrisos e olhares especiais da pessoa que mais amo nesse mundo... Minha Mãe!!!

    Juliana Tunes (mesmo nome de seguidora)
    julianatunes@terra.com.br
    Belo Horizonte/MG

    ResponderExcluir
  31. A cena que lembro da minha mãe que marcou minha vida foi um olhar que eu só a vi dando duas vezes.
    Na primeira vez foi quando tivemos nosso primeiro almoço de família no dia seguinte do enterro do meu pai. Só eu, ela e meu irmão. Na mesa que ele fazia questão de reunir nós 4 todos os domingos (ele foi enterrado num sábado) ela estava com um olhar longe e que poderia se dizer pedido se não estivéssemos, como ela, recordando de tudo e todos os momentos vividos até aquele dia, que seria o primeiro de uma nova vida que tínhamos que construir.
    O mesmo olhar só fui ver novamente 1 ano e meio depois, no dia da minha formatura, quando emocionada, seus olhos se perderam na minha fotografia no telão da formatura lembrando de tudo e todos os momentos que foi minha criação até aquele momento que deve ser a glória para qualquer mãe/pai.

    Iracema Souza
    SEGUIDORA: Ira
    iraparticipa@gmail.com
    Rio de Janeiro/RJ

    ResponderExcluir
  32. Fernanda Siepierski
    nandasiepierski@hotmail.com

    É muito difícil escolher apenas um momento de lembrança que eu tenho com minha mãe... desde pequena ela esteve sempre do meu lado. Seja na época da primeira chupeta, seja convencendo a mim de que era melhor dar a chupeta para o Papai Noel, pois com isso eu ganharia o presente que eu gostaria e ajudaria outras crianças. Ela também estava comigo comprando minha primeira casa de boneca e depois tentando fazer com que eu parasse de brincar com as mesmas para estudar.

    Ela me deu meu primeiro sutiã, minha primeira maquiagem, me acalmou quando, no dia do meu aniversário, segundos antes da festa, eu fiquei menstruada pela primeira vez...

    Ela comemorou comigo quando eu passei no vestibular para as duas faculdades que eu faço e tenho certeza de que vai comemorar quando eu conseguir meus diplomas! Ela chorou na minha primeira viagem sozinha ao exterior... e na segunda... e na terceira também!

    Ela é mãe, amiga, conselheira e até bruxa raras vezes, e eu a amo mais que tudo!!!

    ResponderExcluir
  33. Há pouco mais de três anos, tomei a importante decisão de me casar. Minha mãe sempre esteve presente nas escolhas de minha vida, mas nessa, ela resolveu se afastar um pouco, pois me achava nova. De fato, deve ser muito difícil ver os filhos crescerem e alçarem vôo, tomando a direção da própria vida. Procurei compreendê-la, embora fosse muito difícil não tê-la por perto em todo o processo de planejamento. No dia do casamento, ela estava lá, linda, forte, emocionada, como deve ser. Mas por uma coisa eu não esperava: ao fim da cerimônia, ela pegou o microfone. Olhei surpresa, sem saber o que viria em seguida. De repente, ouvi uma melodia ao piano e mamãe começou a cantar uma música repleta de palavras de bênção a nós, o novo casal. Meu coração ainda bate mais forte ao relembrar esse momento tão especial. A carreira de mamãe como cantora começou e terminou naquele dia, mas o apoio dela permanece ao meu lado e me dá forças para prosseguir sempre!

    Cecília Eller
    seguidora CR
    ceciliaeller arroba hotmail.com

    ResponderExcluir
  34. Cenas marcantes são várias, mas uma que eu me lembro bem foi o dia da minha apresentação de seminário de estágio para conclusão de curso. A minha ex-professora estava na banca e começou a falar que eu sempre fui uma aluna muito dedicada, que meu trabalho estava ótimo, que não esperava nada diferente, etc, etc, etc. Do nada minha mãe levanta e começa a falar: "Mas a Camila sempre foi assim! Desde o C.A. A dedicação dela é demais, etc, etc,etc." Meu irmão me olhou com uma cara de quem diz "Não acredito no que ela está fazendo!" Eu fiquei passada, sem reação! Alguém diz para ela que aquilo ali era uma avaliação? Mas a partir dali minha orientadora entrou na história e conclusão: minha avaliação de conclusão de curso terminou parecendo uma conversa de comadres! Foi o maior MICO, mas eu adoro lembrar!

    ResponderExcluir
  35. Anônimo3/5/10 10:32

    Flávia Alves -Sp
    flaviaalves89@limao.com.br

    Minha mãe sempre me falava para amar a
    todos que nós cerca porque não sabemos o dia de amanhã... por isso beije abraçe e ame as pessoas como se não houvesse amanhã...

    ResponderExcluir
  36. Esqueci de colocar:
    Camila Barbosa Amaral (Camila B.)
    camilaosso@gmail.com
    Rio de Janeiro RJ

    ResponderExcluir
  37. Uma Cena marcante que lembro com a minha mãe?

    Algo que me marcou e marcou também a vida da minha mãe, foi no dia em que contamos a ela que eu e meu esposo não poderiamos ter filhos e que o tão sonhado neto, filho da única filha mulher não existiria! Ela com lágrimas nos olhos me abraçou e disse que não se importava com os resultados dos exames, e que acredita que um dia eu saberia o que é ser mãe e que Deus irá me dar um filho, seja como for, ou por um milagre ou pela adoção, mas que ela ainda teria um neto da filhinha amada dela! Isso me marcou bastante pq foi um momento muito difícil em minha vida, do qual eu não saberia a reação dela diante do fato, mas que na verdade me surpreendeu, minha mãe é uma mulher forte e guerreira, quando penso que ela ja me ensinou tudo na vida, ai vejo que ela ainda tem muito a me ensinar! Minha mãe não me deixa desistir dos meus sonhos, Ela é o meu orgulho!

    Danielle Bianco
    daniamyna@gmail.com
    seguidroa: danielle bianco

    ResponderExcluir
  38. Minha mae..nossa..mtas historias pra contar,guerreira,forte...as vzs acho chata kkk,
    pega no meu pe mtas vzs mas e super doce e generosa,minha mae esta sempre do meu lado me dando apoio...quando perdi meu bb,em todos os momentos e sei q posso contar sempre com suas oracoes,minha mae sempre recebe bem meus amigos e nao deixa q nenhum saia sem comer alguma coisa!!! minha mae sempre compra o q nos faz falta a mim e minhas irmas,e somos todas CASADAS!!! minha mae e nota 100000!!!
    ,eu blog:http://artesdeluly.blogspot.com/
    meu e-mail: luly.bb@hotmail.com

    ResponderExcluir
  39. Quando eu disse a ela que estava grávida. Ela me deu aquela bronca, claro eu só tinha 17 anos mas me deu o maior apoio com a gravidez, cuidou tanto de mim. Isso é mãe, amor, carinho, dedicação e claro ensinamento!

    Luciana Oliveira
    @LucianaJMO
    Samambaia-DF

    ResponderExcluir
  40. lisane lucia kunzler/lise
    llkunzle@hotmail.com
    caxias do sul

    lembro que espiomava minha mãe pela porta quando eu era pequena e achava o máximo ver ela se produzindo toda para receber meu pai, usava batom e roupa limpa, ai meu pai chegava , ia tomar um banho, depois íamos para a frente da casa e ficávamos lá, todos juntos, tomando chimarrão e conversando até a fome bater, ai íamos todos para a cozinha onde os dois cozinhavam juntos e nós pentelháva-mos, óbvio, nada de tv, nada de videogame, era família, hj, meu marido mora fora e toda vez que ele chega é como tradição, sigo, passo a passo os ensinamentos de minha mãe, se funciona? não sei, mas me sinto bem comigo mesma, assim, desse jeito...

    ResponderExcluir
  41. Uma cena q me marcou muito foi qnd minha mãe nasceu de novo, tinhamos ido a uma viagem ao espirito santo e numa estrada ruim o carro em q minha mãe estava capotou e caiu num barranco, lembro q a primeira coisa q fiz qndo saí do carro foi correr pra ver como ela estava e chegando lá em baixo ela estava chorando, toda machucada, mas viva. Ela disse q viveu pa ainda precisava cuidar de mim, pena q duas pessoas queridas morrerasm, duas amigas dela, ainda ganhei um esporro por ter me arriscado descendo o barranco. Pra mim foi super marcante, mas ter minha mãe comigo não tem preço, foi a melhor coisa.

    Carolina Moreira
    carolinawm@gmail.com

    ResponderExcluir
  42. Nossa foram tantos momentos...mas um me marcou muito.
    Minha mãe é uma pessoa forte, esta sempre brincando, esta sempre pronta a ajudar, é uma super mãe.
    Ela sempre passou essa imagem de forte,para os filhos .Sempre que nos sentimos ruim, triste, pra baixo,mandamos um SOS e lá vem ela, com seu Kit de amor ,carinho e sabedoria.Muitas e muitas vezes me perguntei da onde ela tira toda essa força e energia.
    A vida já lhe aprontou poucas e boas.e ela ali forte medindo força com a vida.Mas o ano passado a vida foi muito cruel com mamãe.
    Em outubro meu irmão faleceu ele era solteiro e morava aqui em Santa Catarina.Tivemos que avisar minha mãe que mora em Porto Alegre.Ela fez a pior viagem da vida dela.
    Quando ela chegou, ao abrir a porta do carro eu vi pela primeira vez que minha mãe era igual a todos nós, a dor estava estampada em seu rosto, ela não conseguia sair do lugar tamanha era o peso da dor.Era a primeira vez que via a minha mãe chorar de tristeza , a primeira vez que via a minha mãe pedir ajuda para ir adiante ,a primeira vez que vi ela frágil.Quando ela conseguiu chegar junto do meu irmão ela falou "Meu menino".e o abraçou com tanto carinho, com tanto amor,enchendo ele de beijos.
    E foi nesse momento que eu senti que toda a força dela vem do amor incondicional que ela sente pelos filhos. A dor era imensa nesse momento, mas o amor era muito maior.E ela ficou ali ao lado dele sorrindo, tocando cada pedaçinho do rosto dele, e cantando bem baixinho uma canção , como se ela estivesse ali apenas para fazer o filho dormir.Eu nunca vou esquecer esse dia.Minha mãe vale ouro.

    ResponderExcluir
  43. Nossa foram tantos momentos...mas um me marcou muito.
    Minha mãe é uma pessoa forte, esta sempre brincando, esta sempre pronta a ajudar, é uma super mãe.
    Ela sempre passou essa imagem de forte,para os filhos .Sempre que nos sentimos ruim, triste, pra baixo,mandamos um SOS e lá vem ela, com seu Kit de amor ,carinho e sabedoria.Muitas e muitas vezes me perguntei da onde ela tira toda essa força e energia.
    A vida já lhe aprontou poucas e boas.e ela ali forte medindo força com a vida.Mas o ano passado a vida foi muito cruel com mamãe.
    Em outubro meu irmão faleceu ele era solteiro e morava aqui em Santa Catarina.Tivemos que avisar minha mãe que mora em Porto Alegre.Ela fez a pior viagem da vida dela.
    Quando ela chegou, ao abrir a porta do carro eu vi pela primeira vez que minha mãe era igual a todos nós, a dor estava estampada em seu rosto, ela não conseguia sair do lugar tamanha era o peso da dor.Era a primeira vez que via a minha mãe chorar de tristeza , a primeira vez que via a minha mãe pedir ajuda para ir adiante ,a primeira vez que vi ela frágil.Quando ela conseguiu chegar junto do meu irmão ela falou "Meu menino".e o abraçou com tanto carinho, com tanto amor,enchendo ele de beijos.
    E foi nesse momento que eu senti que toda a força dela vem do amor incondicional que ela sente pelos filhos. A dor era imensa nesse momento, mas o amor era muito maior.E ela ficou ali ao lado dele sorrindo, tocando cada pedaçinho do rosto dele, e cantando bem baixinho uma canção , como se ela estivesse ali apenas para fazer o filho dormir.Eu nunca vou esquecer esse dia.Minha mãe vale ouro.


    Seguidora :Magaly

    email : magalyi60@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  44. Qdo a minha mãe era solteira, ela era muito estudiosa, fez 2 faculdades, sempre estudava pra concursos e passou em um concurso estadual onde só oferecia 1 vaga, e foi ela a sortuda, ou melhor, a estudiosa, que felicidade hein! Casou com o meu pai e teve 4 filhos, qdo ela viu o tamanho da 'besteira', digo família(hehehe)não pensou 2 vezes, não passava por sua cabeça a palavra creche, ela largou tudo para nos educar. Se todas as mães pensassem assim, teríamos pessoas muito mais humanas. Claro que dentro do possível, a necessidade tmb conta nessa hora, claro! Mas ela não se arrependeu, pois somos pessoas com o coração bom tanto quanto o dela (mentira.. o dela é muito mais puro). Ajuda mensalmente famílias desamparadas, só pratica o bem, só falta oferecer a casa qdo alguém pede esmolas na porta dela, nós estamos nesse caminho que ela nos ensina, ainda falta muito, mas um dia chegamos lá. Temos um grande exemplo dentro de casa. Hoje ela é dona de casa e uma SUPER-MÃE.

    Tani Aráuz
    taniarauz@hotmail.com
    Natal-RN

    ResponderExcluir
  45. Ah.. o meu nome de seguidora é taniuska google
    Bjuus

    ResponderExcluir
  46. Uma cena marcante com a minha mãe foi a vez que fui com ela ao show do capital Inicial. Nenhuma amiga quis ir e ela disse que iria . Achei que ela fosse ficar cansada, que nada !! Ficou empolgada o show inteiro, dançou, cantou e até pegou na mão do Dinho. E ela ainda disse que no proximo ela quer ir !! rs..Fiquei passada..rs..ela é ótima..

    paty lorenzetti
    patricialoren@uol.com.br
    são paulo,sp

    ResponderExcluir
  47. Geise Ferreira
    geiseferreira.arte@hotmail.com
    Salvador/BA

    É realmente difícil, pois são tantos momentos... 29 anos tem muita história pra contar; mas uma especial foi o dia que eu fui para a maternidade, ter a minha primeira filha, com minha mãe do lado. Eu acordei às 3:30 da manhã, sentindo contrações, e dentre as duradoras horas de trabalho de parto (que foram umas 13, 14 horas!!!) ela ficou ao meu lado, cuidadosa e dando a maior força; e só saiu quando fui para a sala de cirurgia; quando os médicos constataram que não poderia ser parto normal (claro!)Sem contar com todo o dia-a-dia após o parto, e até hoje; que completaram 10 anos... E sei que com este segundo filho que espero (que tem 5 meses) o apoio, carinho e dedicação derão os mesmos... Coisa de mãe, né? Será assim comigo e minha filha; e passado de geração em geração!

    ResponderExcluir
  48. A cena mais marcante com minha mãe, que nunca vou me esquecer foi quando em uma segunda decepção amorosa, ela me disse "Só pego assim no seu pé, por não querer que você precise chorar decepcionada pra mim, mais uma vez..."


    Bianca Gasparino
    Seguidora: Biah Gasparino
    byanka.13@gmail.com

    ResponderExcluir
  49. umas das cenas mais marcantes ocorreu durante a minha infância. Todos os dias minha mãe pegava uma lousinha que tinhamos em casa e passava exercícios pra mim e para o meu irmão, nos alfabetizando. Eu tinha uns 6 anos e meu irmão uns 7 anos. Me lembro dela, do lado da lousa, ensinando as palavras, como escrever e no final ela passava o giz bem no meio, dividindo a lousa metade pra mim e metade pro meu irmão para que ficássemos desenhando. Uma época muito gostosa. Minha mãe sempre foi dedicada e preocupada com nossos estudos e hj estamos aqui, eu com faculdade, pós graduação, falando vários idiomas e o meu irmão doutor, que este ano começa a estudar pós-doutorado. Acho que esse foi longe demais hehehehe

    ResponderExcluir
  50. Quanto tinha 14 anos fui estudar em uma cidade vizinha e lá me apaixonei por um garoto 1 ano mais velho alem de nao ser o que minha mae sonhava pra mim ele tinha epilepsia e tinha frenquentes convulsoes, quando contei a ela o meu repentino namoro ela quase enlouqueceu ainda mais quando soube que o pai dele havia morrido com 31 anos gracas a uma crise convulsiva disse que a ate aceitava o namoro mas que nao queria saber nada sobre ele e meu namoro. O tempo passo e meu namoro continuo firme e forte ate o dia em eu e ele estavamos na rua ele comecou a ter uma crise eu tava sozinha com ele e nao tinha ideia do que faze entao liguei pra ela, mesmo sabendo que ela estava em outra cidade e odiava ele mesmo assim ela me disse o que fazer e me encontrou no hospital quando ela me viu veio ao meu encontro e deu abraço tao forte que tudo ficou bem me disse que eu era uma mulher e tinha de enfrentar aquilo de frente.
    Depois dessa crise o rodolfo passou por varias crises e em todas ela passava as noites no hospital comigo ate que em janeiro deste ano foi a unica crise na qual eu estava apenas com a mae dele e foi a ultima crise pela qual passamos na noite do dia 19 ele faleceu e eu que entao com meus 18 anos me sentia uma mulher percebi que so era uma crianca com medo durante os 2 meses apos a morte dele entrei em uma depressao que nao saia da cama e ela largou o emprego, meu pai e minha pra fica cmg ate banho ela me dava nunca vo me esquece das madrugadas nas quai eu acordadva e lea tava dormindo no sofa da minha sala com medo de que acontesse alguma coisa de madrugada.

    ResponderExcluir
  51. obs o comentario ai de cima
    seguidora:lala
    email: lais.chicarelli@hotmail.com

    ResponderExcluir
  52. Minha mae e meu tudo como poder separar um momento especial estando com elas sendo que todos os dias ter ela ja e especial! Presente que Deus me deixe a ter ainda por muitos anos ao meu lado, mas algo que me lembro foi de ela ter largado mao de fazer uma faculdade para eu poder fazer a minha que espero brevemente poder retribuir vendo ela numa faculdade minha mae e tudo...




    Vanessa Correa
    seguidora: vanessa nessa
    vanessacarolini@gmail.com
    Caratinga/MG

    ResponderExcluir
  53. Minha mãe me lembra muitas coisas boas,ela sempre foi pai e mãe pra mim,isso nunca foi fácil,mas ela fazia parecer.Ela trabalhou a vida inteira na casa dos outros pra me dar o que ela nunca pôde ter.O que mais me marca quando eu lembro dela é de quando eu tinha 6 anos e ela teve que me deixar por 1 mês (máximo de tempo que ficamos separadas)para que sua patro tivesse bebê em Curitiba,ela me ligava todos os dias e eu chorava muito de saudade.Quando ela voltou foi a maior felicidade e eu sei que ela morria de saudades também e só fez isso por mim.Minha mãe é tudo de mais importante que eu tenho e sei que posso contar com ela a vida toda.

    ResponderExcluir
  54. esqueci de por meu nome de seguidora e email
    Carla Campagnoli
    cah_campagnoli@hotmail.com

    ResponderExcluir
  55. Olá..
    Minha Pithulhinha Se chamar (Patricia)..
    o Dia mas marcante foi o nascimento do meu Irmão(ERIK). eu não estava falando direito com ela por varios motivos Tolos;
    no Dia 26/10/200,minha mãe estava vindo do serviço ,e eu estava em casa, o telefone toca e uma mulher fala "oi sua mãe está tendo seu irmão.. eu griteiii AIIIIIIIIIII meu Deussssssssssss como assim o Motorista esta levando ela pro hospital mais perto do local ela estava na (tijuca).a mulher falar, mais tem um problema ela so que te seu irmão no hospital onde vc nasceu... logo eu falei com ela mãe vai logo pra qualquer hospital sua louca (isso ela ja estava morrendo de dor) ela Falou NÃO FILHAR EU SO VOU TE SEU IRMÃO NO HOSPITAL ONDE VC NASCEU LEMBRA EU PROMETIE.. Isso acabou comigo
    ela cumprio o que tinha prometido Owwwwwwww
    So pra saber ela levou 02:00 pra chegar no hospital onde eu nascie..
    Que linda neh..
    amor muito ela
    ela e minha Diva



    NOme:Dayana meyer
    Saguidora:day.ana.meyer
    email:day.ana.meyer@gamil.com
    RJ/ nova iguaçu

    ResponderExcluir
  56. Lembro de minha mãe, ainda consciente na UTI, sorrindo para mim, passando a sua mão em meu rosto e dizendo: Filha, seja feliz porque você é uma mulher, amiga e filha de caratér! Depois de 21 dias ela foi para os braços de nosso Deus...

    Polyana Gurgel
    Seguidora: Popô Gurgel
    polyana.gurgel@gmail.com
    Rio de Janeiro - RJ

    ResponderExcluir
  57. Falar de um momento marcante com a minha mãe é reduzir toda a nossa linda história em apenas uma cena. O cheiro, abraço, carinho da minha mãe são inesquecíveis. É a minha melhor amiga, cúmplice, tudo.

    Érica Campelo
    seguidora: jornalistaerica
    jornalistaerica@gmail.com
    BH/MG

    ResponderExcluir
  58. Minha mãe é uma comediante, já me proporcionou muitos momentos marcantes como os 3 maiores como quando ela caiu no aeroporto de joelhos, quando ela teve um tombo na praia e molhou todo o tenis na agua, e quando ela sem querer colocou fogo numa jaqueta jeans, ela passou perto do fogão e não viu que a jaqueta tava pegando fogo. Amo minha mãe e ela me diverte muito.

    Amanda R. Farias
    seguidora: amandarfarias
    São Leopoldo - RS
    amandarfarias@terra.com.br

    ResponderExcluir
  59. Sabe quando você pensa em qual a imagem mais antiga que vc se lembra? Pois é.. a imagem que eu lembro, era eu com uns 2 anos, já andava, mas era bem pequena, indo ao quarto de meus pais e pedindo para dormir com eles, ao entrar entre meus pais na cama de casal, minha mãe disse que eu estava quente e possivelmente com febre, me pegou no colo, levantou, desceu as escadas e me sentou em cima da mesa da cozinha onde mediu minha teperatura e me deu remédio, depois me levou a cama de casal onde dormi. Uma lembrança que não faço idéia do porque guardei, mas uma verdadeira saudade de caber em seu colo, embora sempre estarei em seu coração.

    Lilian Hatori Colella
    seguidora: Lilian
    lilitis@gmail.com
    São Caetano do Sul - SP

    ResponderExcluir
  60. Bem meninas, essa cena foi intermediada por celulares. Sou filha única - só tive uma irmã que faleceu bebê - e minha mãe é meio distraída.
    Um dia, liguei para ela e disse:
    - Alô, mãe.
    Ela falou:
    - Quem é?
    Não tive dúvida e, entre risos, respondi:
    - Quantos filhos a senhora tem para não saber quem lhe chama de mãe???
    Ela, ainda distraída:
    - Ah, sim, é Kelina...

    Essa história virou uma pérola de família rsrs.










    Kelina Saldanha
    criginass@yahoo.com.br
    São Francisco do Oeste/RN

    ResponderExcluir
  61. Teve uma bem engraçada uma vez. Minha mãe, até os meus 18 anos (sim, 18 anos), costumava me marcar muito. Essa coisa de mãe super protetora e eu ser única filha mulher e tal... Bom, nessa ocasião, eu tinha uns 16 e havia dito pra minha mãe que ia à biblioteca municipal estudar. Marquei com um amigo de irmos juntos e, quando estávamos passando pelo centro da cidade, minha mãe passou por nós de mototáxi e nos viu (mas nós não a vimos). Nisso, meu celular toca, era ela perguntando o que eu estavam fazendo no centro com um menino se eu havia dito que ia à biblioteca estudar? Aí eu expliquei que era um amigo, a gente ia estudar junto e SÓ (até então era SÓ mesmo mas de qualquer forma eu tinha que tranquilizá-la, né? hahaha). Passamos a tarde estudando e, quando decidimos ir embora, ele pediu para me acompanhar até em casa. Coincidentemente, quando estávamos chegando, minha mãe estava descendo da moto pra entrar. Aproveitei e apresentei meu amigo pra ela, minha mãe entrou e a gente ficou na calçada conversando. Um tempo depois ele disse que precisava ir embora e me pediu pra acompanhá-lo até o final do quarteirão. Chegando lá, do meio do nada, ele me deu me beijou e, adivinha? Minha mãe passou bem na hora, de mototáxi (ah, eu odeio mototáxi hahaha), a caminho da universidade e viu TUDO! Dá pra imaginar o estresse depois né? Ela chegou tarde da aula mas não deixou de me acordar, cobrar sastisfação... "Eu vi, eu vi vocês dois se beijando! Não eram só amigos? Você mentiu pra mim! Estudar na biblioteca né? Tá de castigo, mocinha!" hahaha Na hora foi tenso, dramático, um escândalo. Mas depois, e ainda hoje, a gente dá muita risada disso. E, graças a Deus, minha mãe percebeu que a filhota cresceu e hoje tenho muita liberdade para beijar amigos na esquina hahaha Mas entendo que ela só queria me proteger e cuidar de mim!

    Beijão, Flávia! As sapatilhas da K.Dan são maravilhosas! Parabéns pela promoção!

    Nome: Fernanda Miranda
    Nome de seguidora: Ananda Miranda
    email: anandasmiranda@gmail.com

    ResponderExcluir
  62. Cena marcante: presença constante e maternalmente contraditória. Incentiva-me a não perder tempo, mas se ando a passos largos diz que devagar é que se vai longe. Para mim lições de economia, se sobra-lhe tempo vai bater pernas no shopping. Censura-me: “Palavrão é feio!” Basta uma topada e clama nomes impublicáveis. Orienta-me a ultrapassar barreiras, sigo firme, logo me mostra que devo ser flexível. Assim me guia, carinhosamente, pelos caminhos da vida. Indefinições à parte, seu colo tem calor sentimental: insubstituível.

    Alê Marques
    alecrim75@hotmail.com
    seguidore: alecrim75

    ResponderExcluir
  63. A coisa mais marcante que minha mãe fez por mim foi ter reservado para mim um pedaço no seu coração, já q eu não sou filha biológica dela e não conheci minha mãe biológica. Ela teve todo o carinho e amor comigo e completou minha vida como mãe e como amiga.

    Raissa Silva
    raissa.silva@gmail.com

    ResponderExcluir
  64. A cena que até hoje tenho em minha mente e que foi muito marcante,foi quando tive minha filha sendo solteira e o pai dela nao assumiu,e o meu pai tinha dito que não queria que eu levasse minha filha pra casa e era pra deixa-la no hospital e minha mãe olhou pra nós duas e falou:Filha eu amo vocês duas e nunca vou abandoná-las,vou cuidar de vocês.Foi muito emocionante!Choro até hoje relembrando disso.

    ResponderExcluir
  65. Anônimo4/5/10 12:01

    Uma cena marcante que tive com a minha mãe foi em um momento triste, mas nunca vou esquecer...Meus pais estavam brigando muito e decidiram se separar...Eu lembro que,um dia, minha mãe me chamou para o quarto dela, me colocou em seu colo e disse com lágrimas nos olhos: "A mamãe tentou, mas eu e seu pai vamos ter que nos separar. Mas lembre-se que te amo muito e seu pai também". Ela me abraçou forte e nós choramos juntas. Foi um momento de tristeza mútua, mas que passamos juntas e conseguimos superar.

    Larissa Amaro
    larissinha2a@gmail.com

    ResponderExcluir
  66. amiga me desculpe esqueci de deixar meu email:mimi_2832@hotmail.com
    seguidora:Mily
    belém/Pa

    ResponderExcluir
  67. Um dos momentos que eu sempre lembro, foi quando eu era criança e andava na beira da praia com minha mãe, um cara que andava mais a frente, jogou uma lata vazia de cerveja na areia. Minha mãe não teve dúvidas, pegou a lata, foi até o cara e falou com a maior naturalidade: "Moço, você deixou cair!". Gozado que naquela época ninguém falava sobre aquecimento global, mas aquela lição ficou guardada no meu coração e sempre que vejo alguém jogando algo, lembro daquele dia.

    Cassia Minko
    cminko@ig.com.br

    ResponderExcluir
  68. Uma cena que sempre minha mãe conta é que quando eu tinha 3 anos uma vez ela estava colocando um sapatinho em mim e deu uma torcidinha no meu pé e eu falei "cuidado mã se vc estragar essa filha vai ter que comprar outra filha"....acho super fofo isso!!

    seg: Renata Paschoalini
    renata_paschoalini@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  69. Foram vários pois todos os momentos que ela está comigo me sinto mais forte ,mais segura.Mas a cena mais marcante foi quando ao longo do tratamento para artrite idiopática juvenil que venho fazendo estava com fortes dores no quadril quer dizer ainda estou e fomos ao ortopedista e ele disse muito diretamente que nesse caso só colocando uma prótese(tenho que fazer essa cirurgia, mas demora ,sabemos como funciona o sus),nunca nem tinha cogitado essa possibilidade,desabei,entrei em desespero e danei a chorar e nesse momento minha mãe segurou a minha mão e me disse "Filha estou contigo sempre eu não vou te abandonar" e essas poucas mais sinceras palavras foi o que me encorajou e me deu forças para não desistir!
    Thais Ferreira Pilotto
    thaispilotto@oi.com.br
    seguidora:thais
    Rio de Janeiro-RJ

    ResponderExcluir
  70. Fábia Roberta Galvão
    E-mail: fabiagalvao@hotmail.com
    Nome de seguidora: Fabinha

    Em 2002 eu havia sido diagnosticada com leucemia mielomonocítica aguda... E influenciada pela minha médica, ela tomou a decisão de engravidar novamente (o sangue do cordão umbilical é repleto de células-tronco).
    Bom, essa foi UMA de várias ocasiões em que minha mãe demonstrou o seu amor por mim, e me sinto privilegiada por ter uma MÃE como a minha! =]

    ResponderExcluir
  71. um dos momentos mais marcantes que eu tive com a minha mãe foi quando eu tinha uns 8 ou 9 anos e ela estava muito doente,acordei com ela saindo do quarto de madrugada e segui ela ate a cozinha,onde ela ja tinha pegado varias caixas de remedios e planejava tomar todos,ela estava muito desesperada e eu perguntei o que ela estava fazendo e quando ela me viu começou a chorar,falei que estava tudo bem e guardei os remedios,peguei um calmante e dei pra ela tomar,levei ela pra sala,onde ela teve uma crise de choro,chamei meu pai pra ficar com ela e voltei pro meu quarto,achei melhor que eles ficassem sozinhos.
    não foi um momento muito feliz,ms com certeza foi marcante pra mim,ate hoje ela me agradece por não ter deixado ela fazer nenhuma besteira,e eu agradeço a Deus por ter acordado naquela hora.amo muito minha mãe,hoje ela esta bem melhor.

    jessica castro
    jessica.castro21@gmail.com
    nome de seguidora jessica castro

    ResponderExcluir
  72. Quando eu tinha 07 anos resolvi mergulhar na praia, mas não sabia nada! Não conseguir sair da água, senti que iria me afogar! Qdo eu já estava desistindo de lutar me agarrei em uma perna e quando a pessoa me resgatou descobri que era minha mãe q tinha ido me procurar! foi emocionante!

    ResponderExcluir
  73. Apenas um momento é difícil né?
    Aconteceu recentemente mais um deslocamento da minha patela, por sorte mainha estava em casa para me ajudar. Desci da escada e tchum ela deslocou, gritei o nome dela, Regina, e ela desesperada como sempre veio saber o que era, estou gordinha (rs) com muito trabalho e superando sua bursite no ombro, me levantou e me colocou na cama, ficou fazendo massagem no meu joelho. Ela passa por muitos problemas de saúde, um deles é a tontura, ela sentiu com o nervosismo e se acalmou e superou seu problema para me levar ao hospital, fomos a três médicos e os três super lotados e eu sem condições de espera.. agradeço muito por te-la naquele momento perto de mim, com certeza sozinha não conseguiria resolver nada. Agora terei o cuidado de mainha mais uma vez, uma cirurgia em breve e a terei ao meu lado por dois meses, cuidando atenciosamente de mim.

    Perla Giulia
    perla__giulia@hotmail.com
    seguidora: Piu

    :)

    ResponderExcluir
  74. O momento que relatarei, é umdos muitos de minha vida, mas o mais recente também.
    No carnaval deste ano, eu estava de resguardo e por isso não viagei com minha mãe e meus parentes. Meu marido havia ido trabalhar e eu, que não sei ficar parada, fui arrumar a casa. Moro no 2º andar de uma casa e como tenho pressão baixa, me deu uma tontura e acabei caindo da escada com minha filhinha no colo. Quando desperei do susto, peguei minha bebezinha no colo, documentos e fomos para o hospital com ajuda dos vizinhos, pois estavamos machucadas. A primeira pessoa para quem liguei foi minha mãe, e ela largou tudo na mesma hora e veio ao meu encontro. Viajou de volta no mesmo dia, deixando toda a sua diversão pra lá. No hospital, foi ela quem me ajudou a cuidar dos meus ferimentos e de minha filha. Em casa era ela quem me dava total apoio. Quando chegamos em casa do hospital, depois de 2 dias em observação de minha bebê, minha mãe me olhou, segurou minha mão e com os olhos cheios de lágrimas, me disse que eu era novamente o seu bebê e com tanto zelo quanto me cuidou a vida toda, agora ela me cuidaria novamente. E disse que eu a havia dado o melhor presente que eu podia, a sua primeira netinha, e que ela estaria sempre ao meu lado, para eu nunca fraquejar me apoiando sempre. Tenho essa cena guardada comigo como um vídeo que eu posso ver quando quiser. Esse ano vai ser o melhor ano para comemorarmos o dia das mães, pois como filha, agradeço a minha maravilhosa mãe e como mãe, agradeço a uma maravilhosa avó que neste ano nasceu.

    Thamys Verlingue
    thamys_siqueira@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  75. Sinceramente, não tem como eu relatar apenas um momento com minha mãe...ela é tudo na minha vida, além de minha melhor amiga. MAs momentos muito bons, são quando vou pra Minas, onde ela mora, e dos abraços de recepção que recebo, e dos fins de semana que passamos juntas. =D

    Mônica Feix
    monica_feix@hotmail.com

    ResponderExcluir
  76. O momento marcante que lembro de minha mãe foi a ultima vez que a vi a dez anos atrás, jamais vou esquecer o rosto dela enquanto eu partia de minha casa devido as brigas constantes com meu pai...

    Amanda Silva

    ams040401@gmail.com

    Seguidora Fenix

    Osasco/ SP

    ResponderExcluir
  77. Naquele dia, particularmente, fazia um calorzinho tão agradável. Um pouco úmido, mas bastante confortável. Minha mãe me envolvendo... De repente, sinto o mundo encolher, minha mãe me apertava com muita força! Um raio de luz me cegou por alguns instantes. Chorei muito, um misto de desconhecimento, de desespero, de vulnerabilidade. Até que finalmente vi o rosto de mamãe, tão linda, sorridente...

    Aline De Leo
    linedeleo@gmail.com

    ResponderExcluir
  78. O momento mais marcante para mim foi quando organizaram uma despedida para mim,pois eu estava mudando de cidade para estudar... então ali na frente de todos os meus amigos e parentes ve-la falar emocionada, com orgulho de mim... foi realmente marcante e me fez ficar emocionada novamente agora...

    adorei o blog... amoooooo sapatos, então, impossivel n gostar da k. dan neh? vou anunciar o sorteio no proximo post
    ;)

    bjxxxx

    ResponderExcluir
  79. Há alguns anos atrás quando meus pais se separaram, passamos por várias dificuldades... inclusive financeira. E ela, mesmo abalada fisicamente e emocionalmente... ergueu a cabeça e foi a luta, sempre encoranjando a não desistir, dizendo q Deus guardava coisa muito melhor p/ nós. Não é que ela tava certa? Hoje, estamos (Graças a Deus e a minha mãe) M U I T O bem! Ela é uma guerreira e apesar de eu não demonstrar... eu a amo muuuito! ;D

    Carolinna Sampaio
    carolsoutoo@hotmail.com
    Seguidora: Carol Souto
    João Pessoa/PB

    ResponderExcluir
  80. Minha relação com a minha mãe foi muito, muito complicada, especialmente na adolescência. Mas o destino tem suas peças, e desde que meu pai se foi, as duas mudaram muito, cresceram e hoje ela é a minha melhor amiga, a pessoa mais fundamental da minha vida. O momento mais marcante pra mim foi uma coisa aparentemente boba... Minha mãe sempre foi mto dependente do meu pai, e depois de nós, tanto que nem conta bancária tinha, pra não ter a responsabilidade! Um dia, qdo cheguei do trabalho, ela tava c/ cara de criança arteira, e me contou que tinha comprado outra cama (trocou a q ela dormia c/ meu pai por uma de solteiro), mas que ela nem falou nada pros meus irmãos, pq era uma coisa NOSSA. Foi uma bobagem, mas ali eu tive consciência de que somos uma dupla, cúmplices. E desde então é assim, cada vez que eu chego da facul eela me pergunta o que eu quero comer é especial, assim como qdo eu me esparramo na cama dela e arranco o bordado das suas mãos só pra dizer que eu a amo "do tamanho do nevérso"! Aprendemos a nos admirar e inspirar uma a outra... E eu amo muito essa fortaleza em forma de senhorinha!

    ResponderExcluir
  81. uma cena marcante que lembra com sua mãe !

    Bom creio que não só pra mim,mais p/ a maioria das meninas também,foi quando me tornei uma "mocinha" minhã mãe saiu espalhando p/ todos a notícia...eu queria morrer ou enfiar a cabeça em um buraco(muito vergonhoso)ai conversei c/ ela,ela disse que nunca mais faria isso,como ela iria fazer de novo? Se eu já tinha passado por aquilo...Hoje apenas lembramos do acontecido c/ muito humor,minha mãe é uma figura...Obrigada minha rainha,por ter me ensinado a ser uma mulher integra,por me mostrar as belezas de uma mulher e ter aflorado minha vaidade! TE AMOO

    ResponderExcluir
  82. "Na noite anterior a minha ida ao hospital pra dar a luz a minha filha, minha mãe me disse: - Minha filha dorme bem esta noite.. porque será sua ultima noite de descanso, amanhã sua vida será outra, mas muito mais feliz. Lembro como se fosse ontem, e ela tinha razão."

    Karina Emboava
    karina_mea@hotmail.com

    ResponderExcluir
  83. Anônimo5/5/10 00:00

    Quando eu tinha uns 12 anos e ainda usava aparelho nos dentes, num dos dias em que fui fazer a manutenção do mesmo, minha mãe foi me levar, pois como era num bairro longe do nosso aqui na cidade do Rio de Janeiro, não tinha a permição de ir sozinha!
    Na saída do prédio onde situava-se o consultório odontológico, tínhamos de atravessar a rua para chegar ao ponto de ônibus, como fazíamos sempre. Era uma rua larga e muito movimentada, com comércio acentuado e um trânsito ligeiramente desarranjado.
    Naquela época ainda rodava pelas ruas do Rj, uma antiga linha de ônibus, já extinta, chamada CTC. Essa linha era caracterizada pelo estilo "minhocão" dos ônibus, os quais possuiam uma espécie de "mola" emborrachada que unia as 2 partes do veículo, fazendo com que o ônibus parecesse uma minhoca ao fazer curvas.
    Logo após atravessarmos e chegarmos ao ponto do ônibus, notei que o cadarço de um dos meus tênis estava desamarrado e tão somente abaixei para amarrá-lo, o problema é que ainda não havia chegado até a calçada de fato, mas como a rua era bem larga e o sinal de trânsito estava no vermelho, achei que não haveria problema ficar só c/ um "pedacinho" do corpo ainda na rua para abaixar e amarrar o cadarço. Pois é, mas tão rápido quanto um foguete, o ônibus-minhocão atravessou o sinal vermelho antes do mesmo abrir, e veio em cheio na minha direção, parando no ponto. Como eu estava abaixada e o pára-choque dele era um pouco alto, e como ele freiou bem em cima de mim, só atingiu minha cabeça c/ uma leve pancada, graças Á DEUS!..Dei uma apagadinha por alguns segundos e me lembro de estar deitada no chão sujo, c/ uma roda de gente curiosa em cima de mim e minha mãe dando vários tapas na minha cara, gritando "ACORDA! ACORDA!". Mas o pior mesmo foi na hora que uma senhora, acompanhada de um rapaz aparentando ter problemas mentais, se aproximou da gente ao me ouvir dizer p/ minha mãe que estava tudo bem e que não havia dor na cabeça, então ela jogou uma bomba em cima de nós: "-Olha, se eu fosse a senhora, levava ela agora p/ 'bater uma chapa' da cabeça e conferir se está tudo bem mesmo, pois aconteceu quase a mesma coisa c/ o meu filho e olha como ele está hoje!..". Bom, já imaginam o quão pálida minha mãe ficou!..E de lá pegamos outro ônibus e fomos parar direto no consultório de um ortopedista, conhecido de tempos da nossa família, bater a tal "chapa", quero dizer...raio x! Em nota: Naquela época um exame de tumografia era muuuuiiitooo mais caro que hoje e haviam poucas clínicas que tinham o equipamento, mas fiquem tranquilos, pois como tudo hoje graças À Deus é mais facilitado, já fiz um exame desses e pude conferir que de lá p/ cá, está tudo em ordem na minha cachola!..rsrs!
    Hoje graças À Deus, estou bem, tenho 27 anos, sem problemas mentais (apesar do fato de todas nós mulheres sermos um pouco doidas às vezes!..rsrs!)e dando boas gargalhadas dessa história, isso claro, hoje, pq no dia...foi desesperador!
    Agradeço a oportunidade de participar da promoção e ainda que a minha história não seja a ganhadora, já foi maravilhoso relembrar e poder dividi-la c/ vcs! Feliz dia das mães a todas!

    Não tenho blog mas sigo c/ minha conta do Yahoo (patriciaot@yahoo.com.br)
    Nome da seguidora: Patricia
    Email frequente: patriciaoto@hotmail.com

    ResponderExcluir
  84. Talita Cantagesso
    talitacantagesso@gmail.com
    São Paulo - SP

    Estava eu e minha mamys na fila do Mac quando chega um garoto de uns 17 anos no máximo: "Oi tudo bem eu e meu amigo queriamos conhecer vocês melhor!" começamos a rir, ai eu : "Mãe fala serio né! Estamos de boa" o garoto ficou com a maior cara de mãeeee??? e " mãe??? mentira? é sua tia no máximo!" ela riu e virou para mim "até que não estou tão mal". O garoto foi embora!
    Nossaaa rimos muitooo, so meu pai que depois não gostou da historia! hehehe

    bjos o blog e as sapatilhas são lindas mesmo ^^

    ResponderExcluir
  85. Ao contrário de muita gente, minha mãe nunca foi presente em minha vida, nem falava com ela, cresci sózinha sem o carinho dela, Porem ulgum tempo atrás ela veio ao meo encontro e na frente de todos os meus familiares ela com a voz rouca e com lágrimas percorrendo seu rosto ela me disse: me perdoa filha e por extinto mesmo tendo mágoa começei á chorar Tambem e nos abraçamos hoje somos tão ligadas.

    Jéssica gonçalves macedo
    NOME DE SEGUIDORA: JéssicaTOP
    EMAIL: geska-33@hotmail.com

    ResponderExcluir
  86. Tive muitos momentos marcantes com minha mãe, que hoje já não está mais aqui, mas de tudo o que ficou foi que ela sempre foi uma sábia, apesar de ter tido pouco estudo, era de uma sabedoria infernal,rsrsrsrs.Sempre o que dizia se tornava fato,me ensinou que bastava ter paciência e perspicácia pra tomar qualquer decisão e dizia: A paciência é uma virtude,observe ,não seja impulsiva.Certa vez me falou assim!Sônia guarde o feijão cru na geladeira, assim ele dura mais e não vai dar bichos, dei uma gargalhada e disse:- mãe, na geladeira só se guarda feijão cozido e ela disse:Minha filha, todo mês você joga feijão fora,assim não pode, tem muita gente precisando.Eu testei a sugestão e até hoje guardo feijão na geladeira e não jogo mais feijão fora.O exemplo mostra que devemos observar e ouvir os mais vividos, principalmente nossas mães, elas são SÁBIAS!!!
    Abraços!

    Sônia Maria Chagas
    soniamchagas@gmail.com
    BH/MG

    ResponderExcluir
  87. momento marcante, foi quando eu estava gravida e minha mae chegou com o enxoval todo feito por ela em tricot, isso me marcou ;

    ResponderExcluir
  88. gente costumo dizer que ainda não cortei o cordão umbilical rsssr pois eu nao desgrudo de minha mae es minha amiga ,a melhor em que eu posso confiar e tenho esse ombro amigo sempre que preciso,e muito gratificante esse presente divino né alias a melhor de todas as dadivas de Deus se existe algo melhor de que nossas maes Deus guardou pra ele rrrssr eu amarei minha mae eternamente ...

    ResponderExcluir
  89. Hoje que estou morando longe de minha mãe, reconheço que cada momento que passamos juntas foi inesquecível.

    A melhor recordação é chegar no fim do dia e depois de passar por tantos momentos de stress poder ir correndo pra cama da minha mãe e ouvi-la falar: Filha, eu te amo estou sempre ao seu lado. Me sinto protegida.

    Meu porto seguro é o amor da minha mãe.

    Cibele Franca
    cibele87@gmail.com

    ResponderExcluir
  90. Minha mãe nunca foi muito presente na minha vida, mesmo morando juntas. Nós nunca conversamos sobre nada. Ela sempre foi muito estressada e brigona. Quando eu me casei e engravidei, ela mudou um pouco, mas nunca tive ajuda dela pra nada durante esse periodo. Na noite em que fui ganhar nenem, não tinha ninguem para dormir comigo no hospital. Fiquei profundamente triste. Realmente não esperava por ninguem.
    Mas para minha surpresa minha mãe apareceu, me deu um beijo no rosto e pegou minha pequenininha nas mãos...nesse momento vi outra mãe do meu lado. A mãe que se escondeu durante tantos anos, estava ali, nua ao meu lado. Hoje meu relacionamento com ela é cmpletamente diferente, a gente se ve mais, conversa mais e o mais importante. Convivemos mais com minha filha!!!!!!

    seguidora: Simone Cortes
    email: simy_cortes@hotmail.com

    ResponderExcluir
  91. É difícil achar, nestes quase 50 anos, apenas um momento marcante vivido com minha mãe.... ela é tão presente em minha vida.... prefiro falar dos momentos - marcantes - cômicos, que a gente viveu e ainda vive!!!
    Bom, eu tinha 15 anos, era a noite do meu baile de debutantes, e minha mãe, para não amassar o vestido de gala dela, o pendurou no lustre do quarto. Vai que meu pai, sonado, entra no quarto, escuro, e começa a gritar desesperado, me chamando, entre lágrimas....
    -meu deus, no dia do teu baile a tua mãe se enforcou no lustre do quarto!!!!!!
    (minha mãe estava no salão, quase chegando em casa)
    Bom, quase me borrando de rir, tentava explicar pro pai o que havia acontecido... mas ele não conseguia captar as informações, transtornado
    Vai que minha mãe chega, entra em casa e vai direto pro quarto, com rolinhos na cabeça!!!
    O pai quase tem um troço, começa a gritar mais ainda -
    fantasma... fantasma....
    A mãe sem entender, fica olhando a cena e eu tento, entre gargalhadas, contar o ocorrido...
    Finalizando, após conseguir esclarecer tudo, acabamos, minha mãe e eu..... molhadas de xixi, de tanto rir.... e meu pai, bom até hoje ele morre de vergonha ao lembrar o 'suicidio' da mulher.....
    Adriana Müller Lara
    laraa50@yahoo.com.br
    Estrela RS

    ResponderExcluir
  92. Uma cena marcante - e recentíssima - com a minha mãe foi quando ela aprendeu a usar a internet. Ela aprendeu num curso básico de informática, mas foi em casa que ela descobriu as alegrias de ser uma internauta, e poder pesquisar qualquer coisa do mundo... ela ficou em êxtase... agora ela troca emails com várias amigas e repassa tudo... rs.... mto legal ver o esforço em se adaptar aos nossos tempos.

    PS: ameeeeiiii as sapatilhas, todas são maravilhosas!
    Meu nome é Luciana Figueiredo
    Sou de São Paulo/SP
    lucianafigueiredo.adv@gmail.com

    Bjs

    ResponderExcluir
  93. Depois do falecimento do meu pai minha mãe entrou em depressão, se tranformou numa pessoa agressiva, eu cheguei a um ponto de desistir da minha própria mãe! Certo dia eu disse a Deus que queria ter minha doce mãe de volta, abri a biblia e Ele me respondeu: Nunca venhas a dizer que o dia de ontem é melhor que hoje, pois não sabes o que vai acontecer amanhã. Passado pouco Tempo minha mãe foi curada e ela é melhor mãe hoje do que foi antes mesmo da depressão, ela brinca diz que me ama é super tranquila e eu poderia citar uma lista gigante aqui, mas enfim foi um dos momentos que mais marcou minha vida! Jamais esquecerei!

    ResponderExcluir
  94. Fiquei tão emocionada ao lembrar este fato que esqueci de colocar meu emai>>
    Izabela Almeida
    izabelaa_7@hotmail.com
    bjo!

    ResponderExcluir
  95. Nossa ...todos os momentos que passei ao lado de minha mãe são especiais, mas teve um fato que me marcou muito, e infelizmente não é uma história bonita ou engraçada, ...

    Na véspera da páscoa de 2003, eu tinha 16 anos na época, minha mãe tinha ido na casa de alguns amigos, e eu fiquei em casa sozinha preparando a surpresa de alguns parentes, quando escutei um barulho de arrombamento na casa em cima da minha, que alugávamos para três rapazes. Eu, muito metida a corajosa que sou, saí de casa e fui ver o que era. Mas quando olho para cima vejo a casa em chamas, e altas, quase não consegui passar pela escada sem me queimar.Os vizinhos já estavam aglomerados na frente de casa, mas nenhum tinha sido capaz de ligar para bombeiros ou para minha mãe.O barulho de arrombamento que eu tinha escutado era um dos vizinhos querendo ver se havia alguém na casa de cima, mas nenhum deles teve coragem de ver se havia gente na casa de baixo ...
    Bem, fui atrás de minha mãe, e quando ela chegou na frente de casa, entrou num desespero enorme. Mas não foi por causa da casa em si, ou dos móveis recém-comprados, roupas, documentos, nada. Ela queria recuperar minhas fotos de bebê ...
    Ela chorava desesperada, pedindo para que as minhas fotos fossem salvas ...
    Nesse dia foi que eu percebi o quanto eu era importante para ela, simplesmente ela esqueceu do resto, só queria guardar minhas lembranças.
    No dia seguinte, depois do fogo apagado, fomos ver o resultado do estrago: a casa estava praticamente toda destruída. Mas, quando entamos nos destroços, vimos o móvel aonde ela guardava os álbuns de fotografias somente chamuscado. Nem a água dos bombeiros estragou o móvel ou as fotos. Vi minha mãe sentar no meio daquela bagunça abraçada naquela caixa e rir feito criança que ganhou presente novo...
    Recontruímos nossa casa, mas em outro lugar. Hoje não moramos mais juntas, mas a vejo todos os dias, e nos amamos muito ^^

    Thaís Mienok Barbosa
    brechodathay@hotmail.com

    ResponderExcluir
  96. sequidora como barbara
    email-martinsfontesbarbara@hotmail.com
    procuro as menhores palavras pra falar da minha mae mais nunca acho nenhuma que expresse o tanto que a amo,pra mim ela não e so a minha mae ela e uma amiga que eu vou levar pra vida inteira,e mesmo que a vida nos separa para sempre te levo com migo

    ResponderExcluir
  97. Bom, dentre todas as cenas memoráveis que lembro ter com a minha mãe, a mais marcante foi quando eu a ensinei andar de bicicleta!Geralmente é o contrário, mas como na minha família nada segue padrões, a filha acabou ensinando a mãe! rs
    Eu tinha 13 anos se não me engano, depois de vários tombos ela aprendeu.. foi uma tarde única que rende sempre muitas risadas entre nós =)


    ve_bacco@hotmail.com

    ResponderExcluir
  98. Quando vi minha mãe chorar pela primeira vez e pude abraçá-la e confortá-la, ela se deitou no meu colo e isso marcou muito.
    fernanda esposito
    fernanda.esposito@gmail.com

    ResponderExcluir
  99. A cena que mais me faz lembrar a presença da minha mãe,é quando tinha 16 anos.Fui acometida de uma enfermidade q me levou a ser internada em um hospital.Lembro as noites,mais uma vez,q mamãe passou sem dormir, por mim.Posso ver, como se fosse hoje, seus olhinhos lacrimejando, quando o médico disse q me internaria.Pô, eu já tinha 16 anos!E mesmo assim,ela cuidou de mim,como se eu fosse uma criança.Deixou todos os seus afazeres,e meus outros irmãos para se dedicar a mim.Mãe é assim né.Não sei mesmo como agradecê-la.

    munizwrg@hotmail.com

    ResponderExcluir
  100. Um momento marcante para mim foi em 2008 quando minha mãe foi baleada em uma tentativa de assalto, ela passou 4 horas na cirurgia e não sabiamos se ela iria sobreviver, mas com a graça de Deus a cirurgia correu bem e ela foi para o cti entubada. No mesmo dia me encontrei com ela no cti e ela abriu os olhos quando eu conversei com ela, aquilo foi emocionante. Acho que a emoção que eu senti deve ser parecida da de uma mãe que olha para seu filho pela primeira vez...um milagre.
    vanessa rangel
    vanessarandrade@yahoo.com.br
    belo horizonte - mg

    ResponderExcluir
  101. Eu me lembro de uma apresentação na minha escola quando eu era pequena, eu iria dançar balé no palco com outras colegas mas na hora deu tudo errado e foi o maior vexame, depois da péssima apresentação minha mãe me deu um abraço e chorou comigo... para mim foi o momento mais especial pois eu vi que seja com fracasso ou sucesso minha mãe vai estar sempre comigo.

    Radige Hanna Nascimento.
    Nome de seguidora: Radige Hanna
    radigehanna@hotmail.com
    Belo Horizonte/MG.

    ResponderExcluir
  102. Eu me lembro de uma apresentação na minha escola quando eu era pequena, eu iria dançar balé no palco com outras colegas mas na hora deu tudo errado e foi o maior vexame, depois da péssima apresentação minha mãe me deu um abraço e chorou comigo... para mim foi o momento mais especial pois eu vi que seja com fracasso ou sucesso minha mãe vai estar sempre comigo.

    Radige Hanna Nascimento.
    Nome de seguidora: Radige Hanna
    radigehanna@hotmail.com
    Belo Horizonte/MG.

    ResponderExcluir
  103. Lembranças da Mamae: Toda vez em fico doente ela corre no jardim pega umas folhinha de Guaco e faz 1 litro de Xarope p/eu tomar... Uii uii a delicia vou sarar logo né mamae!!! rsrs

    Cristiane J. de Sena
    Seguidora: Cristiane Sena
    kalixe@hotmail.com
    Sp/sp

    ResponderExcluir
  104. Lembranças: toada vez em q fico doente minha Amada Mamae corre p/o Jadim e pega umas folhinhas de Guaco pra fazer 1 litro de Xarope... Ui ui q delicia vou sarar logo né Mamae!!!??? rsrs

    cristiane sena
    kalixe@hotmail.com

    Cristiane J. de Sena
    Sao Paulo/SP

    ResponderExcluir
  105. Dificil escolher um momento, são varios que marcaram! Mass...
    Minha mãe smp foi muito seca, e a vezes pensava que ela não gostava de mim, e quando eu estudava na 5ª serie me colocaram pra passar uns passos danço de dança para as menina da minha sala pra uma apresentação que até msm era para o dia das mães, ai todas pegaram direitinho o passinhos só que tinha uma q errava e acabava fazendo as outras errarem, no dia da apresentação fizeram o ensaio final e ela errava tudo, ai eu fui falar com ela q não seria possível ela dançar pq ela não tinha pegado, a menina foi embora triste, mais tarde apareceu ela e a mãe barraqueira dela e nessa hora eu estava sozinha me fez varias ofensas faltou me bater na frente de todos, fui embora cheguei em casa chorando e contei o a tinha acontecido a minha mãe, lembro q ela esbugalhou os olhos e disse: “O QUÊ? VAMO LA AGOOOORA” lá se foi a minha mãe soltando fogo pelas ventas, chegando lá a mãe da garota era enorme e minha mãe tadinha tão pequenininha, tirou satisfação e fez a mulher me pedir desculpas, minha mãe me defendeu e deixou a moça super sem jeito!
    E me levou embora, nesse dia percebi o quanto ela me ama, ela pode não demonstrar mais por essas e outras não ouso desconfiar do amor dela de mãe, ela ta sempre presente na minha vida e me ajuda quando eu preciso, e ela e minha confidente conto tudo a ela e ela me aconselha da melhor maneira possível, ela e minha base!
    Hoje lembramos das vaarias historias damos gargalhadas juntas, ótimos tempos que infelizmente não voltam mais!

    MÃE TE AMO!

    Nome: Mayra Andrade Lopes
    Nome de Seguidora: Mayra Lopes
    E-mail: mayra.-lopes@hotmail.com
    Igarapé - MG

    ResponderExcluir
  106. MINHA MÃE E UMA GUERREIRA UMA VENCEDORA, PROVA DISSO FOI QUE ELA SUPEROU A TRAIÇÃO DO SEU GRANDE AMOR MEU PAI, SOUBE PERDOAR E HOJE ELA ESTÁ AO LADO DELE PRO QUE DER E VIER, ELE JA RETIROU TUMORES DUAS VEZES E MINHA MÃE FOI O ALICERCE DELE, HOJE EU ENTENDO O SIGNIFICADO DA PALAVRA AMOR GRAÇAS AOS SEUS ATOS DE SOLIDARIEDADE, CORAGEM E PERSEVERANÇA. ISSO E O QUE DEUS ENSINA E A GENTE TEIMA EM NÃO ENTENDER...
    HANNALU MENDES DE ANDRADE
    hannalu.andrade@gmail.com
    brechozinho da mel(seguidora)

    ResponderExcluir
  107. Sou filha de pais analfabetos, e por isso ir para a escola sempre foi uma festa para minha mãe, ela nos incentivou muito, era sempre momentos de alegria, iamos cantando, brincando, eu morava em uma favela aqui do Rio, o Parque da Cidade, e estudava em frente a PUC, era uma caminhada e tanto, mas ela nunca nos deixou faltar, com sol ou com chuva, ela sempre falava para mim e meus irmão que o grande sonho dela e nos ver ali formados, e o momento de maior alegria em nossas vidas foi quando minha irmã mais se formou em Fisioterapia, na Universidade Gama Filho, e na festa de formatura foi exibido fotos da nossa infância, somos 04 filhos, 03 formados e a caçula se forma ano que vem, choramos todos juntos e minha mãe ficou muito emocionada, só conseguia dizer VENCEMOS, mostramos que o mais importante e o amor e a família unida.
    Andréia Gino Rego
    Penteados e maquiagens
    andreiagrego@hotmail.com
    Rio de Janeiro / RJ

    ResponderExcluir
  108. O DIA MAIS MARCANTE COM A MINHA MAE FOI QUANDO MINHA PRIMEIRA FILHA NASCEU, E ELA TAVA LA DO MU LADO..COMO SEMPRE ESTEVE. ADORO MINHA MAE.

    ResponderExcluir
  109. O dia mais marcante com a minha mãe foi quando a minha irmã nasceu, eu era pequena ainda mais sabia o quanto era importante aquele momento na vida da minha mãe, sempre fiquei ao lado dela, apoiando, ajudando a cuidar da minha irmã! No dia 06 de setembro eu e minha mãe tivemos um dia dos mais felizes das nossas vidas!

    ResponderExcluir
  110. Ao parar para refletir o papel de ser mãe, me deparei com uma injustiça, pois não costumamos dar o merecido valor que a criação materna realmente representa. Não me recordo de nenhuma situação marcante com minha mãe, e isso não faz dela uma mãe ausente ou pouco amorosa. Continuei exercitando minha memória e percebi que os momentos que realmente me emocionam e tocam meu coração são aqueles momentos mais simples e que às vezes são imperceptíveis, um simples abraço apertado, um cafuné no final da noite, a demasiada preocupação e inúmeros questionamento se eu me alimentei, se estou saindo agasalhada, em fim , minha mãe me criou com tanto zelo e determinação que todos os momentos ao lado dela não inesquecíveis.

    ResponderExcluir
  111. Bem desde quando eu tinha sete meses eu morei cm meus avós porem ate os 4 anos minha mae morava com a gente. Meus avós foram morar no interior e como minha mae n tinha com qm me deixar fui morar com eles.
    Um dia perto do Natal minha tia e minha mãe iriam ir nos visitar, quando minha tia chegou ela me falou q minha mãe não viria pois tinha q trabalhar.....
    Fiquei mto triste com isso mas de repente minha mãe sai do carro (tudo n passava de uma mentira), nossa me lembro até hjcomo se fosse ontem eu chorei mto , mto msm de emoçao........
    Agora moro com a minha mãe esta fazendo9 meses e eu estou aproveitandu cada minuto q posso com ela ,pois qm é melhor q mâe???(Será q vó?)........

    Roberta Carvalho
    roberta_jlly@hotmail.com
    Rio de Janeiro/RJ

    ResponderExcluir
  112. Uma história marcante que me lembro com minha mãe foi quando fomos a praia e eu era bem pequena e como toda criança só queria brincar com toda minha inocência fui me afastando da barraca onde estávamos e quando dei por mim havia me perdido e comecei a procurar minha mãe e não achava fui ficando desesperada e assustada quando cansei de procurar e não encontrava ouço uma pessoa me chamando aos gritos e quando olho era minha mãe desesperada pelo meu sumiço e quando eu a vi fui correndo para os braços dela chorando mais muito aliviada por encontrar minha mãe que me fez sentir protegida no meio de tanta gente em um lugar longe e desconhecido desde em tão não saio de perto dela.

    Danielle Raissa
    danny_aspimentinhas@hotmail.com

    ResponderExcluir
  113. Desculpa eu mandei a história só que esqueci de deixar meus dados...isso não vai me desclassificar não né!!??
    Então meu nome é: Niágara Rodrigues da Silva.
    nome de seguidora: niagara_rs
    e-mail: niagara_rs@yahoo.com.br

    beijos

    ResponderExcluir
  114. A minha mae sempre me apoiou em todos os momentos da minha vida, sempre apoiou todas as minhas decisoes. Sempre gostei disso nela, ela sempre confiou em mim.
    Nosso relacionamento é cheio de amor, mas eu nunca a tinha visto chorar. A choradeira da casa sempre fui eu.
    Quando eu fui fazer um intercâmbio, aos 16 anos, eu chorei muito quando me despedi da minha mae, afinal eu ficaria 6 meses sem vê-la. Mesmo com essa despedida, ela nao chorou.
    Quando eu retornei ao Brasil, 6 meses depois, a minha chegada foi o momento mais feliz, mas ao mesmo tempo, o mais triste da minha vida: o mais feliz porque eu estava vendo minha mae novamente, e o mais triste porque eu nao queria ter voltado.
    E, pela primeira vez na minha vida, eu vi a minha mae chorando! Eu contei o que estava sentindo, e ela chorava, mas nao de tristeza, mas porque me entendia.
    Eu estava muito curiosa por saber porque ela nao tinha chorado no dia da nossa despedida, e resolvi perguntá-la. Ela disse que aquele dia foi um dos mais felizes da vida dela, pois ao me ver partindo realizando um sonho, ela estava também realizando um sonho.

    Nathália Rodrigues Lizieri
    Seguidora: Nathália Lizieri
    nathalia_lizieri@hotmail.com
    Santos/SP

    ResponderExcluir
  115. É muito difícil neste momento falar da minha mãe.
    No mês de novembro do ano passado, minha mãe caiu e fraturou entre o fêmur e a bacia, tendo como complicação uma embolia pulmonar e como consequência, um mês de internação, com uma boa parte de na UTI. Após a alta hospitalar, ao contrário do depoimento da Aquarela, que sua mãe teve forças para superar tudo, minha mãe se entregou.
    Ela que sempre foi uma lutadora, que há 40 anos se separou do meu pai após ele ter engravidado outra mulher e ter trazido a mesma para dentro de casa por quase um ano, e minha mãe cega, ainda ajudou a fazer o enxoval da criança, certo dia, como se caísse as vendas dos seus olhos, ela foi embora comigo e meus dois irmãos. Nos fomos morar com parentes até que crescemos mais e podemos ficar sozinhos enquanto ela trabalhava.
    Mas voltando as lembranças, nesta época eu fui morar com minha avó paterna, todos os domingos minha mãe ia passar o dia comigo e meus irmãos, que moravam em frente á casa de minha avó com meus tios. Quando ela chegava sempre trazia uma surpresa, morango com chantili, sacolinha de balas Juquinha e sempre passava primeiro na minha avó para que eu pudesse ficar com o sacolinha, são coisas bobas, mas eu me sentia especial, era a caçula e sempre tinha alguns privilégio. Sempre que ela ia embora, eu abraçava o travesseiro que ela deitava comigo para me fazer dormir após o almoço, e eu chorava de saudades sentido seu perfume no travesseiro. Bem são pequenas coisas que me lembro, mas é como se eu ainda sentisse o seu perfume.
    A vida toda ela foi uma mulher batalhadora, independente e sempre achando que eu ainda era uma criança. Tinha uns dez anos quando minha irmã se casou e meu irmão estava morando com meu pai e saiu o divórcio, e com a venda da casa ela pegou a sua parte da entrada da casa, e me lembro como se fosse hoje, ela chegou, e tirou vários montinhos de dinheiro e de um saco de pão e jogou em cima da cama, eu nunca tinha visto tanto dinheiro em minha. Com este dinheiro ela comprou duas máquinas de costura industrial para costurar em casa, uma geladeira, e dois pares de sapatos de inverno iguaizinhos, para mim e para ela.
    Já as vésperas de me casar com 20 anos, ela ainda me esperava no portão até eu chegar do colégio.
    Hoje esse carinho e atenção foi transferido ao meu filho caçula de dezoito anos, que para ela ainda é uma criança.
    Hoje, neste momento ela se encontra internada, após uma segunda infecção urinária, muito sonolenta, não anda, pois após a queda ela se entregou e não fazia o menor esforço para andar, e com estas internações tudo fica mais difícil, pois ela sempre apresenta uma úlcera de pressão e o processo de reabilitação se prolonga mais e mais.
    Não sei por que hoje eu estou assim, um pouco triste, pois quando saio do trabalho e vou para o hospital e vejo que ela continua da mesma maneira, embora os médicos estejam investigando o que poderia estar causando esta sonolência, esta apatia, parece que ela desistiu de viver. E eu sempre firme em minha fé que ela irá ser curada e que voltará a ser a mulher forte, batalhadora que sempre foi, mas não sei se é a proximidade do dia das mães que estou um pouco triste... Sei lá, peço a Deus que fortaleça minha fé,
    que tire esta tristeza do meu coração, e que finalmente ela queira melhorar e possa viver muitos anos conosco.
    Peço também a todos os que lerem este depoimento orem e intercedam pela vida dela.
    Obrigada e me desculpem pelo desabafo.

    Sandra Maria Machado Rodolfo
    Seguidora: Sandra Rodolfo
    sandrammrodolfo@gmail.com
    São Paulo/SP

    ResponderExcluir
  116. minha mae é a luz da minha vida, o meu porto seguro e é o amor em pessoa.
    ju2609@yahoo.com.br
    juliana

    ResponderExcluir
  117. O momento mais marcante com minha mãe foi quando ela ficou desempregada e descobriu que minha irmã tinha epilepsia. Não tinha o dinheiro para fazer o tratamento. Um certo dia ela veio me pedir colo, e nos duas choramos, hoje ela deu a volta por cima e demosntrou meis uma vez a grande mulher que ela é!!! Mãe te aMOOO!

    Suellen Arruda
    anippon@gmail.com

    ResponderExcluir
  118. Meu momento marcante não é tão feliz e especial como das outras meninas...Minha mãe engravidou de mim com 16 anos e por isso nao conheçi meu pai. Fui criada pelos meus avós e minha mãe. Quando eu tinha 10 anos havia acabado de me mudar para Brasília com meu avô, avó, irmaõs e minha mãe. Só que não fazia nem 3 meses que minha mãe havia ficado viúva (nao era meu pai) e estava muito abalada. Apos 1 mes em Brasília minha mãe saiu sem avisar e as horas foram passando e ela não voltava..Achamos que havia acontecido algo e fomos a polícia.. Alguns dias depois descobrimos por parentes que ela havia voltado para o Rio de Janeiro, sem nada. Sofri muito pois além de não ter minha mãe ao meu lado em momentos que precisei muito ainda tive que ajudar de criar meus irmãos.
    4 anos depois ela ligou pedindo desculpas e querendo nos ver..Foi difícil. Não aceitei as desculpas e ainda falei coisas horríveis para ela..Quando viemos para férias no Rio minha avó, que também é uma super mãe, nos levou até a casa dela...Ela estava casando naquele dia. Nossa reconciliação foi ali, na frente de todas aquelas pessoas. Minha 1º reação foi cheirar seu cabelo pois era um cheiro impossível de esqueçer!
    Posso dizer que nossa reconciliação foi o momento mais marcante com ela, pois não sei onde estaria hoje sem o apoio e a amizade dela!
    E o que é melhor, além e te-lá de volta ainda ganhei um super pai!
    Desse dia só tenho 1 foto, mas ter minha mãe de volta foi com certeza meu maior presente!

    Bruna Cristina de Souza
    brunacdesouza@hotmail.com

    ResponderExcluir
  119. Eu acho que a minha vida com minha mão sempre foi recheada e momentos marcantes, não tem nenhum assim especifico , mas o que eu acho mais importante foi o carinho dedicado a nos filhas(3) mesmo trabalhando muito que para dar conta disto tudo meu pai sozinha nunca coseguiria, sempre nos influenciando a estudar para que pudessemos ter um futuro melhor do qu o dela, como ela mesmo diz: estudem aproveitem a oportunidade que vocês tem porque quando eu estudava não tinha toda esta facilidade.

    ResponderExcluir
  120. Descupe me esqueci do email e nome de seguidora

    Tayrine Castro

    tayrinevida@hotmail.com

    ResponderExcluir
  121. Minha mãe sempre foi meio "turrona", nunca foi de abraço, carinho e etc. E eu sempre fui carente por esse motivo. Houve um dia em que toda essa marra desmanchou-se como manteiga, foi no dia da minha colação de grau, ela que tanto lutou e nunca desistiu de mim, que tanto tinha se esforçado para que eu concluísse minha faculdade, parecia uma menininha que tinha acabado de ganhar a primeira boneca, chorava radiante e me abraçava como se não houvesse amanhã. Com certeza nunca mais esquecerei esse dia.

    Mariana Xavier
    marilimoeiro@hotmail.com

    ResponderExcluir
  122. koizalimda6/5/10 07:42

    Quando pegou fogo no meu apartamento em Foz do Iguacú.. e vi minha mãe acordando-me rapidamente e me tomando nos braços.. pelas escadas de emengência.. foi uma cena marcante.
    havia muita fumaça e minha mae, pensando só em me ajudar.

    cogumelo_baby@hotmail.com
    Barbara Ferreira

    ResponderExcluir
  123. HILDA HELENA PEREIRA,DISSE:
    E-MAIL:hildahelenapereirabaracat@hotmail.com
    SEGUIDORA:HILDA
    CIDADE/ESTADO:TRÊS LAGOAS/MS
    "MINHA MÃE ,SEMPRE FOI MINHA MELHOR AMIGA E CONFIDENTE,TUDO O QUE ACONTECIA COMIGO EU CONTAVA PARA ELA,QUE SEMPRE TINHA UM BOM E CERTEIRO CONSELHO PARA ME DAR,SÓ QUE UM DIA ELA FICOU DOENTE,COM CANCER ,MAS JÁ EM ESTADO TERMINAL,NINGUEM NEM ELA CONSEGUIU PERCEBER ESSE MAL ANES,QUANDO DESCOBRIMOS NÃO DAVA PARA FAZER MAIS NADA,TENTAMOS DE TUDO,MA FOI EM VÃO,DUAS NOITES ANTES DELA PARTIR ELA PEDIU PARA EU IR PASSAR AS NOITES COM ELA E NESSA ÉPOCA EU TINHHA SINDROME DE PÂNICO,MESMO ASSIM FUI,ELA DISSE,QUERO QUE VC LEIA SALMOS E CANTE HINOS EVANGELICOS ATÉ DEU ME LEVAR"FOI UM CHUTE NA BOCA DO MEU ESTÔMAGO,MAS ERA O ÚLTIMO PEDIDO PARA QUEM ME AMOU E FOI MINHA AMIGA A VIDA TODA,E ASSIM O FIZ SEMPRE SEGURANDO EM SUAS MÃOS,ATE A HORA EM QUE ELA SOLTOU MINHA MÃO E SE FOI"ESSE PREMIO É PARA MIM QUE SOU MÃE E TENTO PASSAR PARA MINHAS 2 FILHAS TUDO O QUE MINHA MÃE ME ENSINOU,BJ,BJ,BJ.

    ResponderExcluir
  124. "Tivemos uma vida muito conturbada,minha mãe era alcoólatra e fumante: 19 anos ela ficou no alcoolismo, até que se livrou desse horrível vício, aí então a luta para se livrar do cigarro, foram 2 anos de batalha (maravilhoso por ter largado o álcool), mas infelizmente ela não reistiu e faleceu em 19/08/2010. Esse será meu 1º dia das mães sem ela... Daria tudo para ter mais um minuto c/ ela e dizer o quanto a amava, pois em vida não deu tempo..."

    ResponderExcluir
  125. KAROLINE MUNIZ KAROLMNZ
    karoline.muniz@hotmail.com
    A lembrança mais marcante, e que ainda me faz chorar, é a de minha mãe no portão da minha casa, chorando por eu estar me mudando de estado e me dizendo que tinha a sensação de estarem arrancando um pedaço dela, sensação esta sentida por nós duas...

    ResponderExcluir
  126. - O cada momento com minha mãe é marcante,
    hoje eu estou longe dela, moramos em cidades diferentes, me mudei para estudar na capital e ela ficou na minha cidade natal, não tem um dia qe eu não lembre dela.
    Mas o momento qe mais me marca com a minha mãe, foi quando eu comecei a namorar um cara mais velho qe eu e ela ela ficou muito preocupada comigo, num dia dps qe ela descobriu ela me levou até na beira da praia era de manha, umas 7 hrs mais ou menos e começou a chorar, me contado coisas tão intimas da vida dela, tudo qe tinha acontecido e porque eu havia nascido, e foi muita barra até ser expulsa de casa ela foi, tudo por está gravida de mim, e qe eu fui resultado de um estupro... e porque tinha tanto medo de eu me envolver com caras mais velhos, ela chorava muito entãoo eu pedi para ela deitar no meu colo e ficamos ali juntas chorando durante uns 30 min, em silencio. Ela nunca tinha contado isso para ninguem. me senti muito honrada de saber isso.
    Me lembro sempre disso e é o qe me dá forças, pois minha mãe é pra mim um exemplo de vida e perseverança.
    amo muito ela, e mesmo longe sinto qe ela está comigo todos os dias, porque sei qe ela jamais me abandonará.

    bjo, Prii Delfino
    e-mail: priscilla-delfino@hotmail.com

    ResponderExcluir
  127. Acho que com a mãe todo momento é marcante, mas lá vai uma história:

    Um dia eu resolvi que iria para uma festa a qual fui convidada! Minha mãe bateu o pé, disse um monte, mas mesmo assim eu fui... Na festa fiquei muito bêbada e quase entrei em coma alcoolico. Foi horrível, uma das piores noites da minha vida, eu mal conseguia levantar! Assim, logo quando o sol estava raiando chega a minha mãe na casa dessa conhecida para me buscar, com um rosto extremamente abalado e falou um pouco de sua preocupação para comigo. Ela percebeu meu estado deprimente, mas preferiu não falar a respeito disso, veio em silêncio para casa e quando perguntaram o que eu tinha ela disse que eu só estava cansada e precisava descansar! Cuidou de mim sem falar uma palavra sobre o assunto. Foi a maneira de ela dizer que mesmo chateada cuidava de mim e me amava. Nunca mais bebi, pois percebi o quanto minha atitude a magoou!

    Nome: Noemyr Silva Gonçalves
    Nome de Seguidora: Noe* (do blog: Costurando Estrelas)
    E-mail: noooeh@gmail.com
    Brasília DF

    ResponderExcluir
  128. Meu nome de seguidora é: Yanka Vaz
    E meu email é: yanka_vaz@hotmail.com

    Minha mãe hoje é muito presente na minha vida mais antes ela já foi uma lenda, sei que muitas meninas aqui vão fazer posts gigantes falar de grandes situações mais o que eu vou falar é muito simples, a cena mais marcante que eu tive com a minha mãe foi quando ela me levou pra morar com ela, pq eu morei com a minha vó em goiania até 6 anos de idade, e minha mãe morava em são paulo. Ela decorou um quarto todinho pra mim na casa dela em sampa, quando eu cheguei na casa dela ela me mostrou o quarto e disse que eu ia morar com ela, eu me senti a pessoa mais feliz desse mundo, desde de 6 anos de idade eu choro quando lembro disse e inclusive estou chorando agora.
    Minha mãe é cantora e hoje sou a maior fã dela.

    O maior presente do mundo foi morar com ela

    ResponderExcluir
  129. Ok, eu sempre fui meio difícil na hora de escolher o que vestir. Sempre tive uma opnião muito definida, e o que eu vestia tinha que ser super confortável porque se não eu ficava totalmente revoltada. Sou assim até hoje hihi. Mas enfim, um dia quando eu tinha uns 7 anos, a minha mãe estava tentando fazer com que eu vestisse uma camisa, mas eu não tava me sentindo à vontade e como sempre, dei piti. A minha mãe ficou brigando comigo porque a gente tava atrasada e tal, ficou perguntando 'Porque você não bota?'. Aí eu respondi 'Porque é feia'. Então para mim a roupa tem que ser bonita e confortável. Um luxo básico :B Até hoje a minha mãe briga comigo, e eu sempre respondo 'Eu tenho que botar o que eu me sinto beem'. E hoje ela que pede conselho de roupa para mim. Sempre rola aquele 'Tá legal?'. Então a gente sempre ajuda uma à outra. E isso é super importante. Feliz dias das mães :)

    ResponderExcluir
  130. xii, esqueci do email. É gabi.pingarilho@gmail.com.E meu nome é Gabriela Pingarilho *-*

    ResponderExcluir
  131. Há dois anos atrás tive uma depressão muito forte, que me deixava deitada na cama e chorando o dia todo. Mal me alimentava.Minha mãe sempre foi muito presente na minha vida e sempre me dava ânimo e forças para seguir a vida.
    Certo dia, quando estava muito mal mesmo, minha mãe(muito religiosa) me colocou no carro e disse que me levaria á um lugar e que seria surpresa!(O que foi muito difícil, pois não saia há tempos de casa).
    Depois de 2 horas na estrada, chegamos ao local onde minha mãe queria me levar.
    Chamava-se Cantinho do Céu, era um retiro católico, onde existia uma igreja muito bonita e era cheio de árvores, flores, animais.
    Quando vi aquele lugar fiquei encantada.
    Fomos nos encontrar com o padre e oramos!(eu também sou religiosa e católica)! Minha mãe me disse quando íamos saindo do retiro: Filha Deus te ama, do jeito que você é, Ele te deu sua vida, através de mim, que também te amo muito! Você é minha vida! Reaja!
    Eu estou curada, graças a Deus e não teria conseguido sem a ajuda Dele e da minha mãe!

    Alessandra Almeida
    alesssandra_ameida@hotmail.com
    seguidora:alessandra almeida
    São Luís-Ma

    ResponderExcluir
  132. O mento marcante foi os 7 anos, quando eu estava na escola e sempre tinha concurso de miss caipirinha, e eu nunca me interessava por participar.

    Ai minha mãe falou por que eu não participava eu disse por que eu tinha vergonha. Ela disse que se eu me increvesse iria ser a miss mais linda do colégio. Resolvi me inscrever, foram muitas rifas vendidas para ganhar votos, minha mãe fez minha roupa, penteou meus cabelos fez minha maquiagem. Na hora estava muito nervosa, pensei em ate desisti. Mas como ela tinha feito tudo para que eu ganhasse resolvi ir em frente mesmo tendo vergonha e medo de não ganhar. Na hora da apuração tinha em mente que não iria ganhar, mas na hora de dizer a vencedora es que surge meu nome em 1º lugar. Só que na hora da entrega da coroa e da faixa es que entra uma pessoa muito especial para entregar minha mãe, no qual fiquei super surpresa e muito feliz. Este dia me marcou muito e levo ele comigo para sempre. E digo que minha mãe sempre foi e sempre sera minha miss.

    Melissa B. de Souza

    melissabelleza@yahoo.com.br

    Seguidora: Mel

    São Bernardo do Campo - SP

    ResponderExcluir
  133. Meu pai saiu de casa quando eu tinha 04 anos, e minha mãe sempre se virou para que pudesse conciliar as coisas e levar uma vida plena, como mãe solteira, mulher e profissional. Ela trabalhava e voltou a estudar, mas nunca deixando de nos dar a atenção devida.
    Lembro do olhar da minha mãe na formatura dela, eu devia ter uns 12 anos, a expressão de vitória no rosto me emocionou muito, e anos após, na minha formatura, eu pude compartilhar com ela um momento idêntico.


    Fernanda
    Fernanda Senna
    fernanda.senna@gmail.com
    Aracaju/SE

    ResponderExcluir
  134. Minha mãe sempre está comigo nas horas que eu preciso, me da apoio e confia em mim! Penso que não tem como descrever o melhor momento, pois todos que estou com ela são maravilhosos para mim!


    Biih Alvarenga - Belo Horizonte/MG
    bi-alvarenga@hotmail.com

    ResponderExcluir
  135. Minha mãe decidiu não me criar, não sei porque, desde então vivo com a minha avó paterna, que é quem considero minha verdadeira mãe. Sempre que meu avô viajava e chovia muito, de madrugada eu ia pro quarto da minha mãe(avó), deitava na cama ao lado dela e me sentia segura, ela fazia carinho na minha cabeça e eu podia dormir tranquila, sem medo dos trovões. O que me marca é que sempre que preciso de algo a minha mãe(avó) está lá pra me dar carinho e me proteger.

    ResponderExcluir
  136. A cena mais marcante ao lado da minha mãe já faz bastante tempo... Foi há 19 anos, no dia 23/05/2010... Eu e meu irmão estávamos dormindo e ela nos acordou (após ficar nos bservando por algum tempo)e em meio a lágrimas nos comunicou sobre a morte do meu pai em um acidente automobilístico (no qual ela estava presente e graças a Deus sobreviveu)... Nos abraçou forte e chorou muito... Após isso sempre deu o máximo de si para que nós fossêmos pessoas de bem em todos os aspectos da vida... Na época, eu tinha apenas 7 anos (hoje já estou com 26)mas essa lembrança continua muito viva na minha mente e coração, principalmente quando vai chegando assim tão perto da data que aconteceu... Minha mãe é maravilhosa... Mãezona mesmo...

    Bjoks

    Meu nome de seguidora é Priscyla Rodrigues
    priscyla.rodrigues@gmail.com

    ResponderExcluir
  137. Tenho varios momentos com a minha mãe, mas hoje ainda mais hoje proximo do dia das Mães o que está mais latente é o dia q voltei pra casa.
    Briguei com a minha mãe na minha gravidez por ela não aceitar minha gestão no alto dos meus 20 anos, e por eu não qre casar. Passei minha dieta na minha sogra sem sabe depois dali pra onde eu iria, pois eu não estava falando com a minha mae e nao tinha o pq eu voltar pra casa, ela viu o meu filho qndo ele estava com 7 dias e ele estava indo pro hospital pois ele ficaria internado 1 semana pois estava com icterícia, depois disso votei para a minha sogra e la fiquei mais 2 meses ate q recebi um telefonema da minha mae q qria me ver e pediu pra q eu fosse em casa, e eu fui no dia seguinte, ela tinha reformado a casa e preparado meu cantinho e do meu filho, nos conversamos pedimos perdão uma pra outra, e eu votei pra casa, qnd eu fiquei gravida ela disse q nem qria ver meu filho hj ele a chama de Mãe e ela é tudo nas nossas vidas, o meu filho eh o filho q ela sempre quis ter é o NOSSO TESOURO, hoje somos muito unidas e eu não sei o que seria de mim sem ela e claro sem tbm a minha sogra q me deu muita força!!!!
    Essa eh meu momento q começou triste mas terminou muito feliz !!
    Maee te amooooooooooooo d mais bjão

    Isabela Rodrigues
    isabela@vivat.com.br
    Suzano/SP
    Seguidora boneca de trapu

    ResponderExcluir
  138. A Lembrança mas Marcante comigo e Minha mãe (comi go e minha familia na verdade) Foi quando Precisei Mudar para Belo horizonte (Nasci em Manaus - Amazonas) E no dia da viagem, no aeroporto quando a Moça anunciou meu vôo. Minha mãe segurou minha mão e aos prantos Pediu para que eu não Viesse, Me pediu perdão por ter feito algo errado comigo, e disse que não conseguiria viver sem mim. Eu a abracei e falei "Mãe, Se hoje eu tô mudando minha vida, não foi por erros de sua parte, mais por acertos, Vc não precisa me pedir perdão de nada e vai consegui viver sim, por que eu vivo aqui *apontei pro peito dela*" Parece coisa de novela, mas infelizmente não foi... Ela me abençou e disse que estaria me esperando.

    Hoje estou a dois anos em BH Morrendo de saudades do abraços dela e Nada... nem a internet ameniza essa dor. Daria tudo pra estar domingo almoçando com ela e dando a ovelinha de pelucia (vicio dela) que comprei pra dar no dia das Mães.

    Infelizmente não tenho como dar esse presente (minha ida a Manaus) pra ela nesse momento. Espero em Deus poder visita-la ano que vem no mÊs do meu aniversario.

    Abraços

    Suzan Afonso
    afonso.suzan@gmail.com

    ResponderExcluir
  139. Mãe,infelizmente minha memória é mínima diante dos vastos momentos especiais que passamos juntas.Eu me recordo sempre das nossas idas à praia,como nos divertíamos e como éramos amigas.Hoje uma barreira nos separa,sei que uma parcela de culpa em tudo isso,mas sempre tento me reaproximar e você me evita.Sofro muito com as tuas atitudes de desprezo.Mas jamais apagarei o sentimento que tenho por ti.

    Tatiele Vieira Alves

    tatyelly.thiago@gmail.com

    ResponderExcluir
  140. Ter uma mãe, ter um abrigo, ter um abraço, ter carinho incondicional e independente de qualquer coisa. Mãe, a unica pessoa que vai te segurar quando os outros te deixarem cair. Mãe, só ela vai te defender dos outros com unhas e entes e nunca vai deixar o seu sofrimento fazer parte do cotidiano, vai estar sempre ali. E mesmo longe ela sempre vai te amar <3

    taynan oliveira
    taynan_bel@hotmail.com

    ResponderExcluir
  141. o momento mais marcante com minha mãe foi, quando eu sofri um acidente de moto e meu rosto ficou deformado;eu a princesinha linda dela tinha virado uma bruxa horrível; sei que doi muito ainda em mim, mas o que me fez continuar a viver foi ela; ou melhor por ela; eu não podia decepcioná-la, tive que buscar forças e sorrir... Assim como ela ainda hj faz por mim.... ela me diz sempre "aparencia não é tudo filha; o que importa é seu coração... então vou vivendo, através dos olhos dela...

    Adriana Gomes
    adrianaejhean@hotmail.com
    Seguidora: Adrichianna - Adriana Gomes
    Jaciguá - Vargem Alta - ES
    Cep:29297-000

    ResponderExcluir
  142. ----------DADOS-----------------------
    Nome de seguidora: Brenda Thay
    E-mail: brendapublisher@hotmail.com
    petrolina/PE
    ------------------------------------------
    Minha Mãe e eu,passamos por situações difíceis e...No final das contas,a situação sempre acaba virando numa situação engraçada!
    Nunca me esqueço que Uma vez,minha mãe fez uma cirurgia,e fui visitá-la...Claro,ela me deu as instruções,tudo direitinho de como eu chegaria na clínica que ela estava...Lá fui eu,a tonta q ñ tira aproveito do ditado "Quem tem boca vai a roma",e paarei numa clínica de cardiologia (paguei um micão,explicando a atendente que minha mãe fez uma cirurgia de catarata..aushau)Claro..q eu tentei vestir uma saia justa mais ñ deu,acabei saindo da clínica com a carq roxa de vergonhaa...Conteei o acontecido pra minhaa mããe,elaa caaiu na risada e eu tbm,kkkk
    Eu e ela temos cada História pra contaar..AIAI..rsrs O sufoco acabou numa história engraçada pra contaar!<3

    ResponderExcluir
  143. --- email: lluisa_n@hotmail.com
    Bom Jesus do Itabapoana / RJ
    nome de seguidora: luísa neves f.
    eu te sigo no twitter tb :D ( /luiisaneves)

    Olá! Eu e minha mãe somos como amigas, então é difícil escolher o melhor momento, ela é muito engraçada, e sou meio séria, então somos uma dupla e tanto. Acho que um dos melhores momentos foi quando estavámos caminhando nas pedras de uma praia, quando ela começou a cantar "Como uma deeeeusa você me mantéeeeem", e no alto da pedra com os cabelos ao vento, e com a toalha igual uma capa de super héroi, eu não fiquei de fora, comecei a pagar mico também e continuei "e as coisas que você me diz me levam aléeeeeeem"..

    ResponderExcluir
  144. Oi primeira vez aqui no blog e ja quero participar da promoção!

    O momento mais marcante que tive com a minha mãe não foi quando eu era criança nem adolescente.
    eu e minha mãe nunca fomos muito amiga(como deveria),ela nunca me deu muita abertura pra conversar(acho que é consequencia de como ela fo criada)sempre senti muita falta disso,mas nunca tive cragem de chegar e falar e assim anos se passarm.Mas aí aconteceu algo inesperado que nos "obrigou" a estreitar a convivencia,aconteceu a cinco anos,ela teve um AVC e ficou num primeiro momento ela ficou paralizada nas pernas e num braço mas logo se recuperou das pernas,mas o braço nada,ficou muito dependente e meio depressiva.Ela so contava com ajuda minha e de meu pai pra tudo,foi uma fase muito dificil de muito sofrimento,mas ao mesmo tempo oi gratificante pois fez a amizade de mãe e filhar brotar aos poucos em meio ao sofrimento.O dia marcante foi o 1º dia das mães,depois do acontecido,em 2006,alguns meses depois,quando fui entregar o presente pra ela(nossa como foi dificil escolher por causa da situação fisica dela...)nós nos abraçamos choramos conversamos e pela primeira vez na vida(que eu me lembre)nós falamos eu te amo uma pra outra!Nossa foi marcante mesmo,choramos a beça,quem tava na hora tambem chorou!!!Hoje,ela ainda não se recuperou 100% da paralisia mas esta bem melhor e somos além de Mãe e filha- somos tamem amigas!

    ResponderExcluir
  145. Sempre achei que minha mãe não se preocupava muito comigo, porque quando contava pra ela alguma coisa ruim que tinha acontecido comigo ela sempre dizia que eu era sonsa, que a culpa era sempre minha.
    Eu já passei por muitas cirurgias, mas em uma, quando acordei e os medicos estavam me levando para o quarto, vi minha mãe vir correndo pra ver se eu estava bem. Percebi que ela estava com mais medo do que eu, quando vi ela, ela estava chorando muito. Eu estava com bastante sono, mas acordei totalmente quando vi que ela só queria me abraçar. Sei que qualquer mãe ficaria preocupada. Mas isso marcou muito pra mim, mudou totalmente a raiva que eu sentia dela. Eu queria dizer a ela que não precisava se preocupar, que eu estava bem. Mas não consegui, estava tão surpresa por ver minha daquele jeito, se preocupando comigo. Hoje vejo minha mãe como a mulher e a mãe mais inteligente, carinhosa, e a mais linda do mundo.

    ResponderExcluir
  146. Sempre achei que minha mãe não se preocupava muito comigo, porque quando contava pra ela alguma coisa ruim que tinha acontecido comigo ela sempre dizia que eu era sonsa, que a culpa era sempre minha.
    Eu já passei por muitas cirurgias, mas em uma, quando acordei e os medicos estavam me levando para o quarto, vi minha mãe vir correndo pra ver se eu estava bem. Percebi que ela estava com mais medo do que eu, quando vi ela, ela estava chorando muito. Eu estava com bastante sono, mas acordei totalmente quando vi que ela só queria me abraçar. Sei que qualquer mãe ficaria preocupada. Mas isso marcou muito pra mim, mudou totalmente a raiva que eu sentia dela. Eu queria dizer a ela que não precisava se preocupar, que eu estava bem. Mas não consegui, estava tão surpresa por ver minha daquele jeito, se preocupando comigo. Hoje vejo minha mãe como a mulher e a mãe mais inteligente, carinhosa, e a mais linda do mundo.

    ResponderExcluir
  147. Marcella (marcella.lindbeck@gmail.com)

    A minha lembrança mais emocionante na verdade foi minha com a minha filha que hoje têm 3 anos.Foi quando eu segurei ela pela primeira vez, frágil e pequenina. Ela nasceu prematura de 27 semanas, com 765g e 33cm, não pude ver ela no momento do nascimento, e só fui conhecê-la um dia depois na UTI. Os médicos aconselharam não fazer carinhos para não estressar ela nessa fase que precisava de cuidados intensos. Imagina minha primeira filha, não podia pegá-la no colo e nem fazer um carinho. Um dia cheguei a UTI Neo natal e lendo o prontuário dela descobri que finalmente podia fazer mamãe canguru com ela e corri atrás do médico para confirmar a informação. Eu fui tomada de emoção, alegria por poder pegar ela no colo pela primeira vez e ao mesmo tempo medo por ela ser tão pequena, menos de 900g e com 17 dias mas foi a maior emoção que eu pude sentir. Foi inesplicável!

    ResponderExcluir
  148. A cena mas marcante foi quando eu chorei uma vez pelo meu namorado,porque meu pai não aceitava meu namoro com ele,e vendo eu chorar minha mãe chegou perto de mim e disse,se vc ama ele e ele também te ama vcs devem lutar e não deixar que nada atrapalhe esse amor,e vou estar com vc ,não vou deixar vc desistir,pq a unica coisa que quero é ti ver feliz...minha mãe é tudo de bom....

    ResponderExcluir
  149. Foram inúmeros momentos com a minha mãe, mas o mais inesquecível foi a minha festa de 15 anos. Eu sempre disse que não queria fazer nada, queria viajar e tal, mas a minha mãe sempre insistiu na festa. Na verdade, ela queria que eu fizesse festa porque ela não teve, mesmo sendo o sonho dela, e lá estava eu fazendo a minha festa pra realizar um sonho pra minha mãe. Não me arrependo de nada, ela estava muito feliz e eu também!

    Débora Uckermann
    debierock@hotmail.com

    ResponderExcluir
  150. Naum tenho como descreer um momento marcante com minha mãe! cada segundo que passo ao lado dela eh unico e sei que tenho que aproveitar muitoo pois naum ira se repetir! coisas futeis come comprar ração para cães, fazer uma sanduichada em casa, conversar sobre tudo, procurar joaninhas... todas essas pequenas ações são o que fazem minha mãe ser simplesmente minha mãe, sem mais nem menos ELA É MINHA MÃE!

    Anna Pinotti

    annapinotti@uol.com.br

    ResponderExcluir
  151. A cena mais marcante,foi quando ela viu a netinha dela pela primeira vez. Eu acho que ela esqueceu toda experiência vivida e se sentiu mãe pela primeira vez novamente.

    Kelly Pires dos Santos
    Seguidora: Kelly Pires dos Santos
    kelly.pires@pop.com.br

    ResponderExcluir
  152. Bem apesar de hoje nao sermos tao proximas como deveriamos ser, agreço muito por ela ter me dado a vida e por nao ter permitido aque a mesma me fosse tirada, eu nao lembro como tudo ocorreu pq era bebe mas as 4 meses entrei em coma por motivo desconhecido houve suspeita de meningite, de infecçao por um leite o que levou minha mae a brigar judicialmente com uma grande marca e dentre outras q n lembro, ai um dia uma residente pediu para me examinar pq queria me conhecer pois era muito flada no hospital, eu praticamente ja morva la ne, minha mae deixo mesmo contra vontade de minha avo e meu pai, a residente achou algo errado com a membrana o meu ouvido e achou ser uma otite, minha mae entrou em contato com um otorrino e dado as circunstancias ele afirmou que precisava me ver pois caso fosse mesmo pelo tempo da infecçao eu poderia morrer se n fosse operada logo, minha mae entrou em contato com o hospital e o mesmo n permitiu o otorrino me ver por questoes de escala medica coisas q n entendo a diretora do hospital proibiu minha saida para outro hospital pois dizia q eu estava deseganada e nao se responsabilizava pelo feito minha mae foi no quarto me tirou dos aparelhos e me levou nos braços fugida do hospital e isso foi uma confusao segundo minha avo, enquanto isso meu pai estava no outro hospital deixando o medico de sobre aviso, eu fui operada naquela noite e na mesma noite acordei normal rindo mechendo as maozinhas, meu tratamento era fenobartital para controlar as convulsoes depois de meses tomando minha mae tirou uma gota de remedio por semana ate me liberar do remedio, ou seja se eu ainda tivesse tomando teria sequelas da droga, e hj sou normal, saudavel com 25 anos e feliz grças as loucuras da minha mae!!!

    Anna Beatriz Alencar
    anabeatrizalencar@hotmail.com
    fortaleza-ce

    ResponderExcluir
  153. Dia das mães , para eu chegar aqui e dizer que um certo dia minha mãe fez algo por mim seria injustiça, tbm seria injustiça eu chegar e escolher uma coisa que ela tenha feito ou ficar ditando sacrifícios e dificuldades que passamos, pq todos os dias quando olho para ela lembro de tudo e isso me faz mal pq tenho a certeza de que nada que eu faça ,nada que eu dê, nada do que eu fale sobre ela ,vai ser suficiente vai ser o bastante . Só posso agradecer a Deus todos os dias por ter a luz que ilumina mau caminho minha mãe.

    ResponderExcluir
  154. quando eu tinha uns 7 anos, eu ja sabia falar um pouco de inglês ,e sempre cantei, desde pequena, durante esses fatos, a escola me escolheu pra cantar a musica como é grande o meu amor por você do rei roberto carlos numa versão em inglês/português, para o dia das mães, mais era surpresa, todos achavam que a apresentação seria uma peça teatral. ao inves de entrar pela frente vim andando por trás, e todos se viraram pra me ver , na mão trazia uma rosa vermelha pra minha mãe e dei pra ela no caminho , no palco estavam todos os meninos da minha sala sentados na beirinha cada um com uma rosa na mão, e atrás nun telão varias fotos de nós com as nossas mães dai no final todo mundo cantava , tipo coral mesmo, e depois cada um levou uma rosa pra sua mamae :)

    nome de seguidora é loolly (:
    e o emial é fool.lolly@hotmail.com

    ResponderExcluir
  155. Nome de seguidora: Camila Aguiar
    Email: caa.mila@yahoo.com.br

    Meus pais tinham acabado de se separar e por alguns motivos pessoas e financeiros nós, eu, minha mãe e minha irmã, tivemos que ir morar na casa da minha avó materna. Eu só tinha 13 anos, não era nenhuma criança, mas pra mim aquilo foi horrível. Fui acostumada a morar a vida inteira com meu pai e o ter ao meu lado sempre (meu pai é um paizão, modéstia parte é o melhor do mundo :D ). Nesse dia estava todo mundo num momento bem parecido com “enterro” porque os meus pais tinham sido um ótimo casal por 18 anos e ninguém sabia ao certo o que tinha acontecido. A minha irmã que é 3 anos mais velha que eu estava muito triste mas se manteve firme, porque ela nunca quis mostrar quão sensível ela era. Eu, ao contrário, sempre fui muito emotiva e chorei bastante, minha mãe vendo aquilo ficou muito triste e foi conversar comigo, explicou como as coisas eram, falou que o meu pai e o marido, por mais que fossem a mesma pessoa, eram diferentes e nunca na vida deveria confundir isso, minha relação com meu pai não poderia mudar por causa da relação porque ele continuava me amando ela falou muitas mais coisas nesse dia. Essa conversa foi muito importante para eu aceitar e entender a separação e respeitar a escolha deles. No mesmo dia eu e minha mãe nos enchemos de brigadeiro de panela, pipoca e refrigerante, para afogar as mágoas. Minha mãe sempre foi muito companheira e amiga minha, nós tivemos muitos momentos marcantes e importantes, mas esse, para mim, é que o mais marcou.

    ResponderExcluir
  156. Olha, minha mãe posso dizer que foi "pãe", pai e mãe ao mesmo tempo... Meus pais se separaram qdo eu tinha 5 para 6 anos. Uma cena marcante que me lembro (por incrível que pareça) foi qdo eu tinha 6 anos, logo depois da separação dos meus pais.Como combinado, meu pai viria me pegar sempre aos sábados para passar o dia comigo e com minha irmã... E ele nunca foi...(pelo menos que eu me lembre)
    Mas minha mãe nunca deixava de me arrumar mto bonita para esperá-lo e dizia sempre assim: nunca o abandone, pois ele é seu pai.
    Quando o sábado chegava, eu acordava louca para vê-lo... nem tomava café... ia correndo tomar banho, para minha mãe me arrumar. E eu ficava esperando na porta do edifício em que morávamos. Ficava sentadinha na escada da portaria de manhã até umas duas da tarde. E quando minha mãe descia e falava para que eu esperasse o meu pai dentro de casa eu dizia: não, vou ficar aqui mesmo... já ele chega.
    E ela nunca dzia nada. Agora, depois de madura, minha mãe me disse que subia para o apartamento chorando, mas que não podia tirar a minha esperança...
    Com o tempo, minha irmã nem se arrumava mais... Eu persisti durante um tempo, depois percebi por mim mesma que os interesses dele eram outros... Graças a Deus superamos todas as dificuldades... Mas nunca, nunca mesmo, minha mãe foi capaz de dizer uma coisa que pudesse fazer com que eu me decepcionasse com uma pessoa que eu amava (o meu pai). Amor de mãe, né?
    Fernanda Nobre
    Belo Horizonte/ MG
    nandanobref@gmail.com

    ResponderExcluir
  157. Então...o meu na realidade não é nem engraçado, mas a proposta é uma cena marcante, não é?! Então...me lembro bem de uma cena em uma madrugada quente de janeiro,no ano de 98 por volta das 4 da manhã em que estávamos em casa minha mãe, meu irmão, primo e eu! Meu pai neste dia estava trabalhando! Tinha acabado de ocorrer um desabamento onde morávamos devido uma infiltração em um paredão de propriedade da Marinha que ficava atrás do nosso prédio, e este o atingiu, estávamos todos muito assustados, nós de lá de casa já do lado de fora, pois quando nosso cachorro latiu e minha mãe ao olhar pela janela viu areia caindo, institivamente nos acordou chamando-nos pra fora, quando estávamos no portão desabou de vez! Mas enfim...o que me lembro bem, é que ela pediu que meu irmão mais velho e primo me olhassem [eu tinha 8 anos de idade], e ela entrou no prédio mais atingido para socorrer as demais pessoas! Só quando maior percebi a grandeza desse gesto! Ela poderia ter se juntado a nós e ir pra outro lugar em segurança, mas ela se arriscou pela vida de outras pessoas, com sucesso, pois consegui resgatar algumas! Sempre quando estou com medo de algo, lembro de quem sou filha, penso se ela em meu lugar se acovardaria, e tiro dessa lembrança coragem pra enfrentar meus desafios!

    Karen Meireles Araujo

    karenzinha.meireles@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  158. O que de mais marcante que já aconteceu em minha vida não me lembro muito bem, recordo apenas de algumas coisas, mas minha mãe lembra e se emociona sempre que conta.
    Quando tinha de 4 pra 5 anos, fui brincar na casa de uma vizinha. Encontrei atrás do fogão uma tampinha com granulados coloridos e, me lembro dessa parte, que pareciam confeitos de brigadeiro. Não pensei duas vezes e coloquei alguns na boca pra comer. Ví que o gosto não era igual ao dos confeitos, então perguntei à mulher o que era. Ela se apavorou e me levou correndo pra casa. Quando chegou lá, disse pra minha mãe o que eu havia comido e lembro que foi uma grande correria; eu não entendia nada, no meio do caminho adormeci. Depois dessa parte, quem se lembra é minha mãe.
    Ela conta que chegamos ao hospital e eu estava desmaiada, ela chorava muito e meu pai queria brigar com a mulher. Quando ela falou às atendentes que eu havia comido veneno de rato ela disse que todos começaram a correr, chamar médicos, preparar maca, uma loucura só.
    Fizeram lavagem em mim, mas não sabiam se tinham retirado tudo, até porque retiraram apenas três granulados e ninguém viu o quanto eu tinha comido. Minha mãe deixou toda a confusão lá fora e foi ficar comigo. Ela diz que ao redor dos meus olhos estava muito escuro, quase preto e que eu ainda estava desmaiada. Respirava através de aparelhos e os médicos já estavam preparando ela e meu pai para o pior.
    Ela não saiu do quarto nem por um instante e foi dentro do quarto que ela fez um propósito com Deus: todo ano, no natal, ela iria à um orfanato e levaria algumas crianças para passar a ceia conosco, daria uma ajuda em dinheiro pros orfanatos e jamais desgrudaria de mim. Hoje, quase 15 anos depois, ela ainda cumpre esse propósito.
    Os médicos ficaram impressionados por eu me recuperar em dois dias, mas ainda assim tive de fazer tratamento por um mês, tomando injeções todos os dias e minha mãe sempre esteve lá. Até hoje não sei o que é um momento sem ela, pois ela está sempre ao meu lado. É a mulher mais maravilhosa e batalhadora que eu conheço e me esforço ao máximo pra ser como ela.

    ResponderExcluir
  159. São momentos simples que lembro quando penso na minha mãe: os momentos quando ela chegava do trabalho, sempre trazendo bala de caramelo para mim e minhas irmãs... os dias de calor, quando o ventilador não dava conta e deitávamos num colchonete na varanda, contando estrelas...

    ana gabriela
    seguidora: ana gabriela mira.
    anagabrielamira arroba hotmail.com.br

    ResponderExcluir
  160. Uma cena que me marcou muito foi em uma viagem, numa colônia de férias.. estava chovendo muito e, para voltarmos para o quarto, ou deveríamos esperar a chuva passar ou nos molhar. Então pegamos nossos sapatos nas mãos e, pela grama molhada, entre muitos conqueiros, saímos correndo de mãos dadas.. o momento parece simples, mas nessa hora vi que minha mãe, toda correndo e rindo, parecia ter voltado a ser criança! Mais que minha mãe, nessa hora ela foi como uma criança, uma filha!

    Deborah Thais
    deborahtemsoret arroba gmail ponto com
    Ribeirão Preto

    ResponderExcluir
  161. Uma cena marcante foi quando fui mandada embora do meu serviço e cheguei em casa arrasada, depois de alguns minutos minha mãe chegou em casa dizendo que estava na aula e sentiu um pressentimento estranho e pensou que precisava ir para casa. Quando ela chegou e me abraçou e me disse que estava lá e que sentiu que eu precisava dela, pra mim foi tudo.

    Carolina Fabris.
    marche.noir@hotmail.com

    ResponderExcluir
  162. Lilian amaro
    Seguidora: Lilian
    email: psico-lilian@hotmail.com

    eu tenho algumas cenas com a minha mãe muito importantes pra mim... eu nem sei qual escolher :/

    "...eu lembro nitidamente de uma vez, eu tinha uns 7 anos e estava com meus irmãos em casa nós estávamos brincando de 'virar' cambalhota no ar em cima da cama de minha mãe, ela estava trabalhando quando começamos a brincadeira, depois ela chegou, meio apressada, fez café pro meu pai e ela estava saindo pra levar o café até onde o meu pai trabalhava, nesse meio tempo eu 'virei' uma cambalhota e caí de mal jeito e não conseguia respirar, fiquei desesperada e meus irmãos achavam que eu estava brincando, minha mãe estava saindo na porta da casa e ela viu que estava acontecendo alguma coisa, eu tentei chegar até ela, e quando ela viu que eu não conseguia respirar, largou tudo o que estava fazendo e me pegou no colo, me deitou no sofá e pegou alcool e começou a fazer massagem em mim e ela colocava perto do meu nariz e eu lembro que doía, mas aos poucos eu fui me recuperando. enquanto ela passava o alcool ela orava a Deus pra me curar... eu achei que fosse morrer. mas minha mãe estava ali e me ajudou... ela deixou tudo o que ia fazer pra me ajudar. eu amo muito ela por toda essa dedicação"

    ... isso aconteceu outras vezes e era sempre a minha mãe que estava por perto pra me socorrer.

    ResponderExcluir
  163. Lara Duarte
    Seguidora: Lara Duarte
    email: larinha.duarte@hotmail.com

    contar uma só situação com minha mãe é quase impossível, já que sou filha única, e temos um laço muuito forte, mas posso ressaltar da minha época de vetsibular, onde ela me dava o maior apoio para que eu pudesse estudar, do dia da prova que ela foi me deixar no local da prova, me desejando sucesso, e principalmente me dizendo que tudo daria certo, mesmo que eu não passasse de primeira, que eu tinha capacidade pra passar, e que eu ia conseguir ainda muito mais. Enfim, devo tudo o que tenho e sou, a ela.

    ResponderExcluir
  164. A minha mãe a uns 3 anos atras teve Leucemia, foi um dos momentos mais dificeis pra mim, eu passei de adolescente para mulher da casa. Depois de 1 ano de quimioterapia o momento mais marcante foi um dia que eu estava dormindo com ela, no hospital, na ultima seção de quimio e o médico entrou no quarto e falou: parabéns a doença retrocedeu e vc vai ganhar alta permanete. Eu não tinha chorado perto da minha mae o tratamento inteiro pra não sensibiliza-la, mas aquele dia eu a abracei e chorei muito com ela! Foi um momento mágico, depois disso tem um periodo de 5 anos de observação mas está td bem por agora, mas aquele dia significou a vitoria e a conquista depois de tanto sofrimento que passamos juntas!

    ResponderExcluir
  165. Todos os momentos ao lado da minha mãe são marcante,mas um dos mais marcantes foi no dia em que saiu o resultado do vestibular e eu não havia passado ela me deu o maior apoio,me disse para não desistir e hoje eu estou ai na luta de novo e sei que dessa vez vai da tudo certo e nós vamos comemorar juntas essa conquista.

    Patricia Moreira da Silva
    Seguidora:PatyXocolate
    patyxocolate@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  166. Toda vez que nos encontramos é surpreendente porque minha mãe esquece que já sou crescida e me trata como uma criancinha ainda. outro dia mesmo eu estava muito ruim e fui parar no pronto-socorro e ela esteve sempre ao meu lado, depois é que vim a saber que ela tb estava mal, mas mesmo assim esqueceu a sua dor para cuidar de mim. Minha mãe é dez!!!


    Meire Kimie Osawa de Barros
    meirekimie@yahoo.com.br
    seguidora: Meire
    São Paulo-SP

    ResponderExcluir
  167. oie querida! Primeiro parabéns a todas as mamães! Já sou seguidora...
    meu nome é Samar R N e meu e-mail samar7@sercomtel.com.br ... uma cena com a minha mamãe é:

    Todos os dias que passo ao lado dela são os melhores momentos da minha vida! Mamãe te amo!

    ResponderExcluir
  168. Minha mãe é tudo na minha vida. Dói o peito só de pensar em perder ela, mesmo que seja por um segundo. A gente sempre briga, se confronta, mas quando a gente gosta de alguém tudo o que queremos é o bem dela e se for preciso até brigamos pra conseguir isso. sempre fui muito rebelde e nunca fui de dar valor que ela merece, mas agora eu vejo o quão maravilhosa minha mãe é. Sinto orgulho por ser filha dela, apesar dos altos e baixos. Bom, já passei muitas cenas marcantes com a minha mãe. Umas tristes outras felizes.
    Uma que eu nunca me esqueço é de ver ela chorando pelo minha vó. A minha vó, quando eu era pequena, morava comigo e ela tinha câncer. Minha mãe cuidava dela e tudo mais. Minha familia é muito religiosa e um dia chamaram um padre pra orar por ela aqui na minha casa, e me lembro de ver a minha mãe num canto aos prantos. Desesperada. Vê ela chorar me doeu muito e comecei a chorar. Ela sempre demonstrava ser forte, e ver aquilo foi horrível. Ela me pergunto porque eu tava chorando e respondi "Porque eu vi a senhora chorar", e ela me abraço falando pra eu parar de chorar. Eu sei que essa historia não competi com as outras ai, mas isso me marco muito! Mesmo. :)

    Kaôma Teles
    Seguidora: Kaôma Teles
    oh.broccoli@gmail.com

    ResponderExcluir
  169. Bom uma cena marcante com a minha mãe...rs TODAS!
    Bem eu sou a caçula e bem a preferida da mamãe ;),Bem lembro que uma vez fomos passear em curitiba, e eu me cai feio e desmanhei, como sempre fui muito desastrada para mim isso é super normal e achava que para minha mae tambem, mas nao, o amor dela por mim é impossivel descrever assim como o meu por ela, durante o tempo que eu estive no hospital ela nao saiu do meu lado nenhum momento, nos momentos que nao podia estar ela ficava la,esperando sem ir para o hotel, sem se alimentar, a espera da alta e enfim poder sair de la.
    Bem esses momento de dificuldades nossas maes (pelo menos a minha) estão sempre ao nosso lado, nunca nos abandona e mais uma vez demostra as suas preocupações pela segurança e o bem estar de seus filhos e que SEMPRE vão estar ao nosso lado e sim SEMPRE vao nos amar!
    Amo ela,com seus defeitos e suasqualidades(muitass) ela é o amor da minha vida!
    TE AMO MUITO MAE

    Bem esse é uma das milhares de historias que sao escritas pela convivencia dia apos dia com nossas eternas maes!

    Nome: Raine Dias
    Seguidora: Ray
    Email: rara.dias@hotmail.com

    Beijos

    ResponderExcluir
  170. Quando tinha por volta de 4 ou 5 anos, tinha asma e vivia no hospital (muito mais tempo do que em casa). A cena que nunca sai da minha memória era da minha mãe indo me visitar. Naquela época não podia ter contato direto com a criança doente, então eu a via por uma janela de vidro entre o quarto e o corredor. Era triste, mas ela sempre estava lá.

    ResponderExcluir
  171. Nossa...já passei por muita coisa ao lado da minha mãe.Já sorrimos, choramos, choramos de tanto rir e sempre, em todos os momentos ela demonstrou força.
    Passamos por muita coisa forte e marcante, mas nada se compara quando descobri que estava gravida.Estava fazendo um tratamento pois sentia muita dor no estomago e estava tomando alguns remedios fortes, então comecei a enjoar e sentir mal estar constante.Tinha 18 anos, namorava o meu marido desde os 13, e nem cogitava essa possibilidade.Minha mãe insistiu para que eu fizesse o teste antes de tomar a segunda dose da medicação, para que caso estivesse gravida, e realmente estava, não prejudicasse o baby.Fiz o teste, deu positivo e fui contar, com medo que toda adolescente tem, e minha mãe me disse:"Não estou decepcionada e nem tão pouco chateada, você é meu maior presente.O presente que Deus me deu, e agora você terá um presente também.Espero que o nosso bebe nos dê pelo menos metade das alegrias que você me deu.Eu te amo e sempre te amarei, estarei ao seu lado para o que der e vier."E eu?Chorei, lógico...rs.Não me restava mais nada a fazer, a não ser agradecer a Deus pela mãe que eu tenho, que sempre foi mãe e pai.Então moças, dêem valor enquanto as pessoas que amamos estão vivas, pq depois que elas partem, só nos resta chorar...

    ResponderExcluir
  172. ops, esqueci de assinar...rs.
    Carolina Vieira
    carolinavieira@infolic.com.br
    http://odesapegonossamaiorliberdade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  173. Oi querida!!
    Vi te fazer uma visitinha e amei teu blog, muito criativo e chique. Parabéns
    Quero participar da tua promoção.
    Então o que mais marcou e continua marcando a minha vida è a força e a coragem que a minha mãe teve e comtinua tendo de criar seis filhos sem a ajuda do pai. Ela é uma guerreira, nunca desistiu dos filhos e ainda criou netos.
    E se eu for a feliz ganhadora dividirei com ela o premio, pois calçamos o mesmo número e ela mereçe muito.
    tati-prazeres@hotmail.com
    Salvador-ba

    ResponderExcluir
  174. Bom, minha mãe, além de ser MÃE, é meu anjo da guarda enviado por Deus.Em todas as situações que passei nessa vida, sejam boas, ruins, repetinas, ela sempre está presente seja quando requisitada ou não rs rs Escapei de um acidente por culpa dela, ela brigou comigo para eu não sair com as minhas amigas, pq ela estava com um pressentimento, e disse que ia assim mesmo (isso td falavamos pelo telefone) e depois q desliguei deu 10 min e minha mãe estava na porta da balada pra me buscar kkkk e tive que ir embora...qdo foi no outro dia, toca o telefone e era a mãe de uma das minhas amigas ligando desesperada que ela tinha sofrido um acidente...mas q ela tava bem...mas que o lado do passageiro (onde com certeza eu estaria) estava completamente destruido embaixo do onibus...to toda arrepiada!!! acho que vcs tb...E por isso, que desde esse dia, digo não tenho só mãe tenho um anjo da guarda enviado por Deus!!! E escuto tudo que ela fala e atendo prontamente...MÃE TE AMO PRA ALÈM DA VIDA...

    ResponderExcluir
  175. Cássia Maria Domingos
    fofa
    barros_fpfa@hotmail.com



    Bom eu gostaria de ter momentos pra compartilhar, mas infelizmente não tenho nenhum.Se um dia eu tiver um momento com uma mãe prometo que compartilho com vcs uum beijãao

    ResponderExcluir
  176. A melhor lembrança que tenho da minha Mãe foi de quão orgulhosa e radiante ela estava em minha formatura de ABC da escolinha,pois havia sido ela quem, na verdade, me alfabetizou.
    Logo no comecinho do ano a minha professora constatou meu défict de atenção e pediu o auxílio dela pra que me orientasse todos os dias e revisasse tudo comigo, o problema foi que ainda assim, eu me recusava a assimilar qualquer coisa na escola,e acabei ficando muito atrás na sala, praticamente em pânico minha Mãe tomou o cargo de professora integrau na nossa casa e foi dessa maneira, todas as tardes, que ela me sentava na cama e me ensinava tudo com calma, em meio tempo consegui ler frases inteiras e me formei no fim do ano com todas as outras crianças, pra nós duas essa foi uma vitória em tanto. Essa lembrança pra mim, retrata o amor imenso que nos liga.


    Maria Luísa Souza e Silva
    maluastral@gmail.com
    Recife/Pernambuco

    ResponderExcluir
  177. Não que eu me lembre da cena da história pois era recem nascida,mas o momento que mais me marca é com minha mãe me contando dee quando foi me conhecer para adoção.Ela conta que chegou na creche,eu estava toda sujinha,mau arrumada e doente, porém quando ela me olhou ela disse: essa é a minha menina. E seus olhos encheram de lágrimas.Ela me trouxe de Brasília/DF e cuidou de mim com todo amor.Quando eu cheguei em casa todos queriam me conhecer.Hj sou uma mulher de 31 anos muito bem cuidados por essa mãe maravilhosa que sempre me ama muito.

    Liliam Soares
    liliamwsoares@gmail.com

    ResponderExcluir
  178. Gente, eu já deixei meu momento marcante registrado aqui, mais queria dizer que mais uma vez minah mãe me mostro o tamanho de seu amor por mim...
    Descobri a pouco tempo que estou com um cisto na medula e será uma operação complicada, mais ela á a pessoa que mais esta me dando força e me ajudando por que esta sendo muito dificil.
    Te amo muito mãe! Não sei o que seria de mim sem vc!!

    Bruna Cristina de Souza

    ResponderExcluir
  179. Um dos momentos mais marcantes que lembro com a minha mãe, foi quando ela descobriu que tinha um cisto no ovário e como não sabíamos se o tumor era maligno ou benigno foi preciso fazer uma cirurgia pra retirá-lo... Quando eu a vi no hospital, fiquei com tanto medo de perde-la, eu tinha 16 anos e a gente acabava tendo algus desentendimentos, e eu tive medo de não poder dizer pra ela quanto eu a amava. Mas graças a Deus, o tumor era benigno e ela se recuperou e em nenhum momento eu esqueço de lembrar o quanto ela é importante pra mim e o quanto a amo!

    cecilia.arruda.21@gmail.com
    Cecília Arruda

    ResponderExcluir
  180. isa tesch
    amanhecer38@hotmail.com
    Mãe...
    Soube realmente o que seria ser uma mãe qd tudo mudou em minha vida,vinha Carol,linda pequena,fragil e eu tinha que estar ali protegendo,amando cuidando,descobri que ser mãe é perfeito,um dom,so pode ser mãe que é deusa,quem é um estrela,quem é um ser cheio de amor...mãe...é ser especial.

    isa tesch
    amanhecer38@hotmail.com

    ResponderExcluir
  181. Flavia mais uma vez obrigada por tirar minhas dúvidas em relação ao " seguir". Consegui, que ótimo!! carinho.

    Qto a promoção Momento Marcante com a Mamãe, creio que, todas nós, temos muitas lembranças novas e antigas que marcam momentos preciosos com as nossas mães.

    Minha mãe, como todas, é uma lutadora e aos 85 anos esta aí para provar. Mulher guerreira, gentil, sempre ao lado do meu pai em todas as tristezas e alegrias, honrando o "sempre te serei fiel".

    Acredito que por tantas histórias comoventes, que aqui lemos, o mais sensato seria sortear e não escolher o melhor texto, né não?

    O que decidir está ótimo, o importante é estarmos aqui reunidas trocando idéias e experiências.

    A minha sapatilha é tam. 37, modelo SP009, ou outro qualquer modelo em preto ou vermelho.

    Amei a confecção da loja/blog K.Dan Flats, estão todas de parabéns pelos lindas sapatilhas.

    Sil Orchidea
    orquiea_55@hotmail.com
    Rio de Janeiro-RJ

    PS.: concorrendo como anônima pq gmail com TPM

    ResponderExcluir
  182. As lembranças mais marcantes que tenho com minha mae sao do tempo da escola, ela tinha medo de dirigir e conseguiu tirar a carteira para levar eu e minhas irmas a escola e a outras atividades, e como nós participavamos de jogos ela sempre levava o time inteiro de voley ou o grupo de dança, mas sempre estava com a gente. Muitas vezes ela era a unica na arquibancada. Dá gosto lembrar disso.

    nome de seguidora: Soares
    email: tudo_junto@hotmail.com

    ResponderExcluir
  183. Minha mãe e eu sempre fomos melhores amigas. E não é só conversa fida não, somos amigas MESMO. E não há somente um momento marcante em nossa história, Existem vários. E como eu sei que vocês não querem uma resposta tão abrangente, citarei uma lembrança singela da minha infância... Mas antes, vamos a uma pequena retrospectiva!
    Meus pais se casaram jovens e não tiveram tempo de fazer faculdade antes disso. Só quando eu fiz oito anos é que minha mãe voltou a estudar e tomou esta decisão relutantemente já que não queria nos deixar para ir à faculdade (é! Eu tenho uma irmã mais nova). Mas acabou indo. E como era de se imaginar, foi para uma Universidade que ficava a cinqüenta metros de casa. Na hora do intervalo, ela corria para ver como estávamos ou ficava “pendurada” no orelhão da escola para matar a saudade. E isso se repetiu de segunda a sexta, durante quatro anos. Ela se formou, passou em quatro concursos públicos, tem um ótimo emprego hoje e me enche de orgulho (não só pela inteligência, mas principalmente pelo exemplo de mãe que é). O esforço dela valeu a pena e ela me ensinou – sem precisar dizer uma palavra – que com dedicação e luta podemos realizar qualquer sonho que possuímos dentro da gente.


    nome de seguidora: Thaís
    thaisleocadio@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  184. Difícil escolher uma coisa só, por eu e minha mãe somos muito amigas e muito parecidas também. As coisas de que mais me lembro são os momentos que eu queria ser como ela, então usava as maquiagens, colocava os brincos dela nos meus ursinho e passava um tempão fazendo toc toc com os saltos dela pela casa. Era quase um ritual diário e ela sempre riu muito disso. Hoje em dia o que me marca mais é cozinhar juntas, já que dividimos essa paixão e ela me ensinou tudo que sei.

    Janaína Mendonça (mesmo nome de seguidora)
    janainamendonca8@hotmail.com
    São Paulo/SP

    ResponderExcluir
  185. Flavitcha
    nomeei erroneamente o meu e-mail na postagem de 17 maio, 07:40
    Silvia Orchidea
    seguidora
    orquidea_55@hotmail.com
    Rio de Janeiro

    grata pela atenção

    ResponderExcluir
  186. lydianne Sten
    lydisten@hotmail.com
    "Ai mto dificil lembrar uma cena, todos os momentos com minha mae sao marcantes e TODOS felizes!

    ResponderExcluir
  187. lizane holz
    seguidora: flordelis
    flordelis.nina@hotmail.com
    vitoria / es

    Uma cena marcante foi o dia que descobrimos que minha avó estava com leucemia, foi uma emoção, pois muita tristeza, já que pela idade, não se pode fazer transplante!

    ResponderExcluir
  188. Thaís Prioli Leite21/5/10 08:10

    Thaís Prioli Leite (mesmo nome de seguidora!)
    lpte27@hotmail.com
    Marília SP

    A lembrança mais marcante que tenho da minha mãe foi na primeira vez em que usei uma sapatilha! Tinha 4 anos, estava vestida de fada amarala e, na hora de subir ao palco, empaquei! Tive um medo, uma vergonha! Foi então que dona Mara me pegou pela mão, me levou até o palco e ficou lá no fundo, escondidinha atrás do biombo, fazendo os movimentos iguais aos meus, com um sorriso lindo no rosto! No final, ainda me disse que eu estava linda e brilhante como uma fada! Foi tão verdadeiro e tão convincente que, desde então, nunca mais tive medo dos palcos da vida!

    ResponderExcluir
  189. Sapatilhas lindas, coincidentemente me fazem lembrar minha mãe. Ela sempre usa sapatos confortáveis. A cena mais marcante foi a primeira vez que a vi chorar. Quando deixei de morar com ela para estudar em outra cidade. Nunca vou me esquecer do rostinho dela tentando segurar o desespero.

    Se eu ganhar uma sapatilha graças a ela vou ter de emprestar. TOMARA!

    ResponderExcluir
  190. Minha mãe ficou viuva aos 23 anos e por isso sempre teve que trabalhar fora para me sustentar
    Minha mãe é uma super guerreira que criou uma filha sozinha, linda e jovem nunca arrumou namorado muito serio para não coloca-lo em caso, com medo de que eu corresse qualquer perigo.Mas tambem nunca teve muito tempo para mim pois sempre foi viciada em trabalho.
    Aos 23 anos eu tive menigite e fiquei muito mal...Me lembro no dia do exame, que é horrivel diga-se de passagem...A aflição em seus alhos...O medico disse para que eu fica-se imóvel, pois se me mexesse poderia ficar paralitica...Ela colocou um trerço em uma das mãos, me deu a mão com a outra e chorava de soluçar e rezava ao meso tempo...Eu ali cheia de dor, só olhava para ela e pensava em como eramos importantes uma para a outra, e aquele olhar dela fez com que eu esquecesse da dor que sentia...minha mãe, meu anjo, meu amor.
    Seguidora Lory marins
    lorymarins@globo.com

    ResponderExcluir
  191. -
    O dia mais marcante com minha mãe, com certeza, foi o dia em que eu resolvi (depois da separação de meus pais) ir morar uns tempos com meu pai, para tentar recuperar nossa convivência, pois tínhamos um relacionamento ruim. Ela me fez prometer que jamais deixaria ninguém me fazer sofrer, nem mesmo o meu pai. Depois de quase um ano morando com ele em outra cidade eu voltei amorar com ela e concretizei a minha opnião: MÃE É MÃE, e isso é único na vida de uma pessoa. Só ela é capaz de se doar por inteiro.

    pequenaluazinha@hotmail.com
    https://twitter.com/pequenalua

    ResponderExcluir
  192. cena mais marcante, era minha mãe sempre me contando histórias para dormir, por mais que elas não fossem mto tradicionais, rs, eu tenho insônia desde 8 anos, então vcs imaginam que foi de joão e o pé de feijão até história de monstro, pq tinha que ter criatividade para me fazer pegar no sono, e sempre deixando de comprar as coisas dela, para comprar as minhas.

    ericapaivarj@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  193. Foi o dia do meu casamento não sabia quem estava mais emocionada eu ou ela rsrs foi lindo...
    cristianedocarmo5@gmail.com
    seguidora Cristiane Carvalho

    ResponderExcluir
  194. Minha cena marcante não é nada bonita, mas me marcou muuuito...
    Minha mae tem pressao baixa e um dia desmaiou fazendo xixi. Quando cheguei no banheiro ela estava desmaiada de olhos abertos (sem cor nos olho - horrivel) entao eu a arrastei da privada e a deitei no chao... eu tremia muito e quando ela acordou minhas lagrimas estavam pingando no rosto dela e por isso ela levou um susto achando que o problema era comigo... quando abriu os olhos e me viu daquele jeito tirou forças nao sei da onde pra 'saltar' e me 'acudir' ---- nunca vou me esquecer desse susto e do desespero q sentir em encontra-la daquele jeito estando nos 2 sozinhas em casa!!! =/

    patricia_mss23@hotmail.com
    Patricia Machado

    ResponderExcluir
  195. os momentos em que passei com minha mãe foi poukos pois ela já se foi fico triste em todos dias das mãe ´pois ela ja não ta mais com migo mais o que me alegra é porq sinto a presença dela ...fuii criada deis dos meu 10 anos com minha vó foi dificil uma menina sem conselho da mãe sem alguem pra converssa ...mais eu amo muito ela pois sei que ela me segue caminha com migo mesmo não vendo ...poxa acho que desabafei beijoss patriicia_2006@hotmail.com

    ResponderExcluir
  196. Minha mãe, meu tudo...

    A cena mais marcante com a minha mãe é aquela na qual sentamos juntas e começamos a conversar ou simplesmente rir só de olhar uma para cara da outra. Não é nada em especial, nada revolucionário, mas pra mim é significante. É ela que me transmite disposição pra ir em frente, pra lutar, é ela que me ensina a honestidade, o amor, é ela que não pede para se me tornar como ela, para que batalhe e lute pelos meus sonhos em vez de ficar dentro de casa presa a serviços domésticos. É ela quem está lá cuidando de mim, se preocupando mais que ninguém, rezando pra que eu chegue em casa em paz... E é por ela que eu sigo em frente, sonhando e sorrindo, transmitindo o melhor de mim que com certeza, veio dela!




    Carla Caroline
    carlacarolsilva@gmail.com

    ResponderExcluir
  197. Olá,
    Adorei seu blog.
    Estou te seguindo.
    Me siga tb. beijos

    ResponderExcluir
  198. Bom, eu tinha 8 pra 9 anos e na escola (dia das mães) pediram pra escrever uma cartinha!!
    A minha dizia o quanto minha mãe fazia as coisas por mim e para mim, gastava comigo e nunca com ela, coisas de mãe!! Ela ficou muito contente e sempre lembrava da cartinha!! E até hoje, mais de 15 anos passados ela lembra da cartinha - que guardou de recordação! É isso, minha mãe nunca se cuidou, nem comprou muitas roupas e sapatos. Mas eu, ela sempre manteve num luxo básico!!
    Minha mãe é um amor!

    Aline Santana Silva
    bazar.maaya@gmail.com

    ResponderExcluir
  199. Posso dizer que mamis é minha melhor amiga. Lembro sempre do seu sorriso, é incrível como nunca está mau humorada. Todods os momentos ao lado dela são maravilhosos, não posso dizer um ou outro.

    ResponderExcluir
  200. esqueci de botar email e nome!
    priscila_wkr@hotmail.com
    Priscila Nascimento

    ResponderExcluir

Olá !

Obrigada pela sua visita aqui no Luxo Básico !
Deixe um comentário, ou qualquer pergunta sobre a postagem, sugestões de post podem ser deixadas nos comentários tbm.
Os comentários no Luxo Básico são moderados, assim que eu leio são publicados.

Faça seu comentário apenas se for relacionado com o artigo.

Leio todos os comentários e e-mails, respondo sempre que possível.


bjo

Related Posts with Thumbnails

Se inscreva para receber as atualizações do Luxo Básico por e-mail

Deixe seu e-mail aqui:

FeedBurner